Faria de Sá condena fusão dos ministérios da Fazenda e da Previdência

PTB Notícias 12/05/2016, 9:12


O deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) manifestou, em Plenário, sua preocupação com por ter recebido a informação de que, com o objetivo de reduzir o número de pastas na Esplanada, o governo Temer uniria o Ministério da Previdência Social ao da Fazenda.

“Achei uma coisa totalmente absurda.

Vai se tratar aposentado e pensionista como mercadoria da Fazenda? Já queria, de antemão, deixar registrado, em alto e bom som, claro e bem aberto para todo mundo saber, que nós vamos ter que bater contra isso”, declarou.

Segundo Arnaldo Faria de Sá, o objetivo da fusão seria o interesse “meramente econômico”.

“Não vai se tratar aposentado e pensionista desta maneira, porque não se pode admitir que os chamados benefícios essenciais tenham um valor menor do que o salário mínimo”, afirmou o deputado.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da assessoria da Liderança do PTB na Câmara dos DeputadosFoto: Jotaric/Câmara dos Deputados