Federações discutem projeto de lei para incentivo ao esporte

PTB Notícias 6/07/2007, 15:11


Durante reunião, nesta sexta-feira (06/07), entre os presidentes das diversas federações esportivas e o deputado estadual José Geraldo (PTB/TO), foram apresentado os principais pontos da proposta para a formulação do projeto de lei de incentivo ao esporte tocantinense.

O encontro que aconteceu na sala de reunião da Assembléia Legislativa tinha o objetivo, segundo o parlamentar, de colher sugestões e definir um conjunto de proposições de apoio ao esporte, que deverá ser apresentado a mesa diretora do parlamento estadual no segundo semestre.

De acordo com informações do deputado, o incentivo fiscal consiste na dedução no valor devido de ICMS – Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços, a fazenda pública, pelo patrocinador.

A dedução mensal está estipulada, segundo o projeto, no valor de 4 % (quatro por cento) do valor devido do imposto.

Para José Geraldo a concretização deste projeto é fundamental no desenvolvimento das práticas esportivas no Estado, tendo em vista que o Tocantins tem uma população bastante jovem, cerca de 64%, e é onde se encontram o maior número de praticantes de atividade física.

“Os esportes influem positivamente na saúde das crianças e jovens e exercem importante papel formativo e sociabilizador.

Deve-se atentar para o seu caráter cultural, pois lida com símbolos e valores de um determinado grupo humano” ressaltou.

Já o representante da federação de vôlei, Ricardo Abalem, disse que a promoção de eventos esportivos e atividades ligadas ao segmento não pode ser inteiramente de responsabilidade do governo e, portanto, é essencial a aprovação do projeto no âmbito estadual.

“O Estado não consegue recursos, por mais boa vontade que exista, para atender todos os projetos.

Sabemos da força da iniciativa privada, por isso nós apostamos nos empresários e precisamos mostrar a eles que é interessante investir no esporte”, destacou Abalem.

Tom Fernandes, presidente das federações, também comentou a proposta e afirmou que não são, apenas, os atletas da capital que precisam do apoio, mas também os esportistas do interior do Estado, que, na maioria das vezes, não conseguem se profissionalizar por falta do devido incentivo.

“Se todo mundo tiver unido a gente consegue, e, com certeza esse projeto é de interesse de todos os desportistas tocantinenses”.

Os representantes presentes também solicitaram o apoio para a realização de um seminário esportivo, no mês de Agosto, para estar debatendo a proposta de uma forma mais ampla entre os profissionais da categoria.

Estiveram presentes também os Presidentes da Federação de Biribol, Pelágio Nobre Caetano; Presidente da Federação de Taekwondo, Pedro da Silva; Presidente da Federação de Peteca, Bruno Barreto; Presidente da Federação de Boxe, Eva Maria; Presidente da Federação de Handebol, Luiz Cláudio e a professora de educação física escolar Marilia do Amaral.

Agência Trabalhista de Notícias