Fernando Collor apresenta seis representações contra Roberto Gurgel

PTB Notícias 12/06/2012, 19:05


O senador Fernando Collor (PTB-AL) anunciou nesta terça-feira (12/6/2012) que protocolou seis representações contra o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e sua esposa, a subprocuradora Cláudia Sampaio.

Entre as acusações feitas pelo senador, nas esferas cível, penal e administrativa, estão prevaricação, improbidade administrativa e crime de responsabilidade.

O anúncio foi feito durante reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) mista que investiga as relações entre Carlinhos Cachoeira, preso pela Polícia Federal sob a acusação de comandar uma organização criminosa, e agentes públicos e privados.

Segundo o senador, Gurgel concentra nas mãos da subprocuradora todos os processos que envolvem pessoas com prerrogativa de foro.

O objetivo seria usá-los como moeda de troca com os investigados.

“Isso é algo absolutamente estranho, porque os outros procuradores todos, quando recebiam o processo, faziam a distribuição aleatoriamente, de acordo com a ordem de chegada, dos nomes, por ordem alfabética ou por sorteio eletrônico, mas ele não”, disse o petebista.

Collor foi um dos principais defensores da convocação de Gurgel à CPI.

O objetivo era cobrar do procurador-geral explicações sobre atuação PGR nos inquéritos das operações Vegas e Monte Carlos, da Polícia Federal, que investigaram Cachoeira.

Iniciada em 2008, a operação Vegas teve os autos enviados à PGR devido ao envolvimento de pessoas com foro privilegiado, mas as investigações foram suspensas.

Nas explicações que enviou por escrito à CPI, Gurgel informou que não havia, à época, fato penalmente relevante que pudesse ensejar a instauração de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF).

O procurador também afirmou que a suspensão possibilitou a continuidade das investigações, que seriam prejudicadas caso a operação Vegas viesse a público.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Agência SenadoFoto: Geraldo Magela/Agência Senado