Fernando Collor comenta repercussão de decisão do Supremo Tribunal Federal

PTB Notícias 15/05/2014, 18:11


O senador Fernando Collor (PTB-AL) comentou a repercussão na mídia da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que o absolveu definitivamente e por unanimidade de acusações relativas ao período em que ocupou a Presidência da República e que provocaram seu afastamento do cargo, em 1992.

Collor disse que, ao comentarem a decisão do STF, a revista Veja e os jornais Folha de S.

Paulo e O Estado de S.

Paulo reconhecem que seu julgamento foi político, mas ainda alegam que ele teria sido beneficiado no Supremo por protelação e prescrição das acusações.

Fernando Collor assegurou que nunca houve protelação e que, se houve demora, foi por culpa da morosidade da Justiça.

Ele lembrou que o STF avaliou o processo e concluiu que as acusações contra ele eram improcedentes.

“A conclusão óbvia é de que o impeachment, na prática, configurou um golpe parlamentar, já que decidiu politicamente baseados em elementos juridicamente inaceitáveis, ou em outras palavras, em suposições, em elucubrações, em conjecturas, em mentiras que foram mais uma vez, agora, demonstradas”, disse.

Para Collor, sua absolvição pelo STF implica a necessidade de uma revisão da história, já que antes se falava de seu impeachment por crime de corrupção, quando, na verdade, ele teve um julgamento político no âmbito do Congresso Nacional.

No âmbito jurídico, ele é inocente.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Agência SenadoFoto: Waldemir Barreto/Agência Senado