Fernando Collor viabiliza reforma de templo histórico em Ipioca (AL)

PTB Notícias 21/10/2014, 15:37


Desde a década de 1980, o prédio da igreja Nossa Senhora do Ó, no distrito de Ipioca, em Maceió (AL), vem sofrendo com a ação do tempo.

Rachaduras na fachada, pedaços da estrutura desabando no meio da rua e o altar ruindo mostram o completo retrato do abandono.

Mas, brevemente, o templo deve retomar as celebrações.

Isso porque, após dois anos de diversas reuniões em Brasília, o senador Fernando Collor (PTB-AL) conseguiu a liberação de R$ 1,8 milhão para a reforma completa do histórico templo.

Os recursos são do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

“É motivo de alegria constatar que o esforço realizado se converte em resultado positivo.

Esse patrimônio histórico, situado no distrito de Floriano Peixoto, será restaurado em boa hora, porque lá não se faz nenhuma benfeitoria há três décadas.

Nessa articulação de esforços perante o Iphan, em Brasília, devo, também, registrar a colaboração do deputado federal Paulão (PT) e do vereador por Maceió Sílvio Camelo (PV)”, disse Collor.

Há oito meses, a igreja fechou as portas e as missas passaram a ser realizadas num espaço comunitário em Ipioca.

O padre Luiz Calado, pároco da Igreja Sagrada Família, narrou a alegria que a comunidade tem ao receber a boa nova.

Ele lembrou que, com os recursos, a igreja Nossa Senhora do Ó deve ser restaurada como toda a honra que um prédio histórico merece.

“É motivo de satisfação para todos nós, que acompanhamos, há anos, o trabalho para conseguir esses recursos.

Certamente, a população de Ipioca, como também de toda Maceió, celebra a notícia, pois eles vão voltar a dividir o mesmo espaço onde seus ancestrais plantaram e disseminaram a fé”, contou o padre, que há seis anos lutava para tirar do papel o projeto de reforma.

O gestor de convênios do Iphan-AL, Sandro Gama, disse que já tem em mãos os projetos de reforma da igreja.

Com isso, informou ele, há expectativa de que as obras tenham início antes do final do ano.

“Como a legislação eleitoral proíbe qualquer obra durante a eleição, acredito que a reforma deve começar nos próximos meses.

O Instituto está trabalhando para garantir o sucesso da reforma”, apontou.

Para que a recuperação da igreja tenha início o quanto antes, é necessária uma contrapartida do poder público local.

Por isso, o vereador Silvio Camelo (PV) se comprometeu em trabalhar junto à Prefeitura de Maceió pela liberação dos recursos necessários.

“O prefeito já garantiu manter o repasse assim que os recursos do Iphan chegarem.

O resultado de um esforço conjunto, liderado pelo senador Collor, vai resultar na reforma completa.

Quem ganha com isso é toda população com uma bela igreja que voltará a ser frequentada pelos fieis”, afirmou o vereador.

Outras obrasA segunda-suplente do senador Collor, Ada Mello, lembrou que o parlamentar vem dedicando atenção a reforma e restauração do patrimônio histórico do povo alagoano, a exemplo da Catedral de Maceió e o Centro Arquidiocesano de Cultura e Artes Dom Santino Coutinho, o antigo Arcebispado da capital.

“Nosso objetivo agora é trabalhar para assegurar os recursos necessários para a reforma da igreja dos Martírios.

Já temos uma reunião agendada para outubro, em Brasília, para tratar sobre esse tema”, pontuou Ada.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da assessoria do senador Fernando Collor (PTB-AL)Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado