Fernando denuncia a situação de calamidade pública em Avelino Lopes

PTB Notícias 23/09/2013, 17:42


O deputado estadual Fernando Monteiro (PTB-PI) lamentou o desabastecimento de água em Avelino Lopes, município situado a 859 km de Teresina, “que vive isolado do centro de poder”.

“Desde 1986, que frequento a cidade.

.

.

estou no sétimo mandato e na última visita que fiz a Avelino Lopes, no sábado retrasado, voltei com o coração partido ao ver a situação daquele povo.

Nunca vi, ao logo desses 28 anos, a população da cidade passar por uma dificuldade tão grande como a que eles vivem hoje”, disse.

A barragem, construída pelo governador Lucídio Portela, está praticamente seca.

A única fonte de abastecimento é a pequena porção de água que ainda resta.

“Vi mais urubu do que água.

Animais mortos dentro da água, que é inservível para consumo humano.

E o pouco que ainda resta é levada para a estação de tratamento de Avelino Lopes, que já não atende mais a demanda.

A água é pouca nas torneiras, barrenta, de péssima qualidade.

E oferece risco para a população.

Um caso de calamidade pública”, afirmou o deputado.

Ex-secretário de Defesa Civil, Fernando Monteiro disse que há necessidade de abastecimento de água com carro-pipa em Avelino Lopes, como na maioria dos municípios do extremo Sul do Piauí.

“Não tem um só carro-pipa rodando na cidade, porque existe uma regra que é a determinação de preço para os carros-pipa rodarem.

E o preço que o Exército está pagando não compensa fazer o transporte da água desde a fonte, que fica distante da sede do município.

O que mais é vendido hoje em Avelino Lopes é água mineral.

O povo pobre tirando o dinheiro do sustento de suas famílias para comprar água, que é um dever do Estado fornecer.

“E qual a solução para resolver o problema de abastecimento de água na região? Fernando Monteiro sugeriu a construção de uma adutora para levar água da barragem de Algodões, em Curimatá, até Avelino Lopes.

“Mas até Algodões está secando.

A situação é de corta coração.

Uma coisa é falar, outra é ver com os próprios olhos.

Saí de lá com uma tristeza no peito.

Pude ver a aflição das pessoas.

“O deputado João de Deus (PT) se solidarizou com o deputado do PTB e sugeriu que o secretário de Defesa Civil, Ubiraci Carvalho, seja ouvido.

O presidente da Casa, deputado Themístocles Filho (PMDB), vai enviar uma equipe da TV Assembleia nesta quinta-feira (26) para fazer uma reportagem em Avelino Lopes mostrando o drama da população com a falta de água.

O deputado Francisco Ramos (PSB) disse que foi sertanejo e sofreu com a seca em 1942.

“Gostaria de relatar uma experiência que vivi em Israel.

Andei 580 km no deserto até o rio Jordão, e vi tudo irrigado, com adutoras.

Eu tenho 84 anos e ouço falar de seca desde que me entendo por gente.

E não se resolve esse problema.

Da Barragem de Boa Esperança até Picos são pouco mais de 450 km.

Construir uma nova barragem sai muito mais caro do que fazer uma adutora para abastecer essas cidades.

Temos que adotar medidas definitivas, não paliativas”, defendeu.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Assembleia Legislativa do PiauíFoto: Alepi