Fernando Fiori de Godoy apresenta ações de 50 dias de combate a Covid-19

Agência Trabalhista de Notícias 4/06/2020, 7:16


Imagem Crédito: Divulgação/PMH

O prefeito de Holambra (SP) Fernando Fiori de Godoy (PTB) e o vice-prefeito Fernando Capato receberam no último 20 de maio, os vereadores da cidade para uma apresentação das ações adotadas pelo município nos primeiros 50 dias de enfrentamento ao novo coronavírus.

Durante o encontro, realizado no Paço Municipal, foram expostas e explicadas as medidas restritivas determinadas por decreto, os trabalhos de comunicação voltados à conscientização e prevenção e as ações realizadas nos setores de saúde, educação, assistência social e turismo. Os números da pandemia em Holambra, na região e no Estado, bem como os protocolos preparados e implementados pelo Departamento de Saúde para diferentes cenários de crise também foram apresentados de forma abrangente pela equipe médica que integra o comitê de combate ao Covid-19.

“Estamos atuando firmemente desde muito antes do registro de casos em nossa região. Holambra procurou se preparar para lidar com a pandemia de modo adequado e organizado, assegurando serviços básicos eficientes às pessoas”, ressalta Fernando.

Entre os temas esclarecidos ao longo da reunião, que durou cerca de 2 horas, estavam ainda o apoio financeiro emergencial aprovado pelo Congresso Nacional aos Estados e municípios, que deverá destinar R$ 1,6 milhão à cidade, e a prestação de contas de despesas locais no combate à pandemia.

O repasse, que depende ainda de sanção da Presidência da República, busca recompor parcialmente as duras quedas de arrecadação nas cidades brasileiras para reduzir os prejuízos que serão impostos aos serviços públicos. Segundo estimativa da Confederação Nacional de Municípios e da Associação Paulista de Municípios, o rombo deverá ser de R$ 27 bilhões – contra R$ 5 bilhões de auxílio aprovado pelos deputados e senadores.

“Não é uma renda extra ao município e nem um recurso voltado exclusivamente ao enfrentamento do Covid-19. É uma tentativa de socorrer as cidades e Estados diante da grave queda de arrecadação”, explicou o prefeito. “Estamos fazer o que pode e precisa ser feito com economia e transparência”.

Os vereadores presentes expuseram dúvidas e questionamentos durante a reunião, respondidos prontamente pelo prefeito e demais representantes da Prefeitura. “Foi uma conversa importante e necessária. Uma grande oportunidade de mostrar ao Legislativo, passo a passo, o que temos feito para lidar com essa situação tão difícil em nossa cidade”, finalizou Fernando.

Com informações da Prefeitura de Holambra