Folha de S.Paulo afirma que Romeu Tuma pode ingressar no PTB de São Paulo

PTB Notícias 3/10/2007, 11:15


A colunista Monica Bergamo assina matéria na edição desta quarta-feira (03/10) do jornal Folha de S.

Paulo, informando que o senador Romeu Tuma, do Democratas de São Paulo, avisou ontem ao seu partido que ingressará no PTB.

Segundo a colunista, a decisão só não será formalizada caso o STF (Supremo Tribunal Federal) decida que senador pode perder o mandato em caso de troca de partido.

O jornalista Josias de Souza também publicou em seu blog na internet nota confirmando a disposição do senador Romeu Tuma em ingressar no PTB.

Segundo o Blog do Josias, Tuma decidiu trocar o Democratas pelo PTB com a intenção de lançar sua candidatura à Prefeitura de São Paulo em 2008, ou para garantir legenda à sua reeleição para o Senado em 2010.

Leia abaixo o comentário de Josias de Souza:Tuma troca DEM por PTB e deve disputar prefeituraRomeu Tuma (SP) decidiu trocar o oposicionista DEM pelo governista PTB.

A mudança abre caminho para que Tuma se candidate à prefeitura de São Paulo, em 2008, e à reeleição para o Senado, em 2010.

Tuma foi às lágrimas, na noite desta terça-feira (2), ao comunicar sua decisão aos colegas Marco Maciel (PE) e José Agripino Maia (RN), dois dos principais caciques da tribo dos “demos”.

Líder do partido, Agripino chegou a pedir um prazo a Tuma.

E ele: “Não há mais tempo.

“Há cerca de um mês, Tuma fora explicitamente assediado pelo vice-presidente José Alencar.

Ele o convidara para ingressar no seu PRB.

Mas deixara Tuma à vontade para optar por qualquer outra legenda governista.

E Tuma preferiu o PTB.

Presidido pelo deputado cassado Roberto Jefferson (RJ), o PTB entregou a Tuma tudo o que o DEM lhe negara.

Dispôs-se a lançá-lo candidato à prefeitura de São Paulo no ano que vem.

E prometeu bancar sua candidatura ao Senado daqui a três anos e meio.

No DEM, a candidatura a prefeito é de Gilberto Kassab.

A de senador, de Guilherme Afif Domingos.

Além de livrar-se da asfixia política, Tuma cavou no PTB uma candidatura de vereador para um de seus filhos, Robson Tuma.

O outro, Romeu Tuma Júnior, foi empregado em Brasília, na Secretaria Nacional de Justiça, sob Tarso Genro.

Agência Trabalhista de Notícias