Frange discute com especialistas intervenções urbanas na capital paulista

PTB Notícias 21/11/2011, 14:35


A última mesa da última sexta-feira (18/11/2011) da Bienal de Arquitetura debateu o tema “Operação urbana, concessão urbanística, planos regionais estratégicos e áreas de intervenção urbana”.

Para o vereador Paulo Frange, do PTB de São Paulo, presidente da Comissão de Política Urbana, Metropolitana e de Meio Ambiente da Câmara, as intervenções têm como finalidade a requalificação do espaço urbano.

“O tecido urbano degrada-se ao longo do tempo e há uma necessidade de intervenções pontuais.

Só o governo trabalhando nesse sentido não tem capacidade de resolver tudo, por isso as ferramentas foram surgindo com o tempo.

Algumas não deram resultados, mas outras sim”, disse o petebista.

Frange defendeu maior participação da sociedade nas discussões em torno dos projetos de intervenção na capital.

“As operações urbanas não podem ficar distantes da sociedade.

É preciso que haja um conselho gestor, com participação efetiva de conselheiros presentes, atuantes, que conheçam exatamente sua função de acompanhar essas situações e apresentar ideias”, explicou.

Também presente na discussão, o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Miguel Bucalem, disse que instrumentos urbanísticos como as operações podem ajudar a corrigir desequilíbrios estruturais ligados à ocupação urbana da cidade.

“Nós temos usados as operações urbanas como alternativa para direcionar o desenvolvimento imobiliário, para criar mais habitações, abrigar atividades de comércio e serviços, requalificando áreas para criar mais espaços públicos na capital”, disse.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações do Portal da Câmara Municipal de São PauloFoto: RenattodSousa/Portal da Câmara Municipal de São Paulo