Frank Aguiar, em entrevista, afirma que quer ser senador pelo Piauí

PTB Notícias 27/06/2007, 8:50


O cantor piauiense e deputado pelo PTB de São Paulo, Frank Aguiar, concedeu entrevista à jornalista Fabiana Leal, do Portal Terra, e agora admitiu que quer ser eleito senador pelo Piauí.

“Se entender que cumpri a minha missão, volto para casa e cuido dos meus filhos e da minha profissão.

Entretanto, se achar que não cumpri, vou colocar meu nome à prova novamente”, disse Frank Aguiar na entrevista.

Leia abaixo a matéria, na íntegra:O deputado federal e cantor Frank Aguiar (PTB-SP) afirma que deseja ser candidato ao Senado por seu Estado natal – o Piauí.

Segundo Frank, pesquisas indicam ele como um dos preferidos dos eleitores no Estado.

Frank se mudou há 15 anos para São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, onde tem um apartamento próximo ao do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Ele também mantém uma residência no Estado nordestino.

“Quero e vou cumprir meu mandato (de deputado por São Paulo), mas vou ajudar o meu Estado.

Frank garantiu que fará uma avaliação ao término de seu período no Congresso.

“Se entender que cumpri a minha missão, volto para casa e cuido dos meus filhos e da minha profissão.

Entretanto, se achar que não cumpri, vou colocar meu nome a prova novamente”.

Segundo Frank, ser conhecido certamente o ajudou a se eleger.

Entretanto, não acha isso errado.

“Não acho nada ilícito.

Quantas pessoas desconhecidas gastam tanto dinheiro ilícito.

Isso não acho certo”.

Para o deputado, o maior problema do Brasil é que ele está mal fiscalizado.

“Não é justo que um deputado gaste R$ 10 milhões em uma campanha.

Ele já entra com a cabeça voltada para saber como vai resolver isso”.

Para isso, o deputado defende o financiamento público de campanha com limites.

“Não vai acabar com o poder desleal dos que têm muito, mas inibe mais”.

Segundo Frank, em sua campanha foram gastos cerca de R$ 300 mil, sendo que, em dinheiro, afirma ter gasto R$ 100 mil para pagar aluguéis de salas e papéis de propaganda.

Frank é contra a lista fechada.

O deputado obteve cerca de 150 mil votos na ultima eleição.

Ele defende a opção de lista flexível, onde o eleitor votaria no partido, mas escolheria o deputado.

Frank disse no domingo, durante a entrevista que concedeu em um hotel antes do show que fez no Forró Caju, em Aracaju (SE), que levaria o seu filho mais novo, Breno, 3 anos, para Brasília.

“Como trabalhei no fim de semana, não pude pegá-lo.

Mas nesta semana vou a São Paulo e levo Breno para Brasília comigo”.

“Ele não quer mais ficar com a mãe ou com só com babá.

Ele quer ficar comigo.

Eu disponibilizo para ele tempo integral quando estamos juntos.

Eu o levo para o meu gabinete (na Câmara).

O Breno tem até um terninho”.

O garoto é filho do cantor com a modelo Renata Banhara.

O romance do casal terminou há quatro anos.

“Agora nossa relação é por causa do filho”.

Renata se filiou este ano ao PTB – mesmo partido de Frank.

Ele afirma que Renata ainda está definindo como será sua atuação na política.

“É uma decisão pessoal dela”.

EducaçãoFrank faz parte da Comissão de Educação e Cultura da Câmara, bandeiras defendidas por ele durante a campanha.

Na mesma comissão, está o deputado Clodovil Hernandes (PSC-SP).

Frank diz que não tem muito contato com Clodovil e, sobre suas declarações polêmicas, afirma que são “momentos infelizes”.

“Muitas vezes ele não pensa antes de falar.

Mas é uma pessoa boa, inteligente e com muita experiência de vida”.

Para Frank, a aprovação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) foi uma das coisas mais importantes feitas nos últimos anos.

“Se esse País não olhar para a educação com qualidade, vão viver atrasado por muito tempo”.

Para Frank, o governo Lula tem muita coisa a melhorar, mas o presidente, segundo o deputado, “tem muita sensibilidade e conseguiu mudar muita coisa no País”.

fonte: Portal Terra