Frank Aguiar garante R$ 22 milhões em investimentos para São Bernardo

PTB Notícias 22/03/2011, 7:50


Durante visita a Brasília na última semana, o secretário de Cultura e vice-prefeito de São Bernardo do Campo, o petebista Frank Aguiar garantiu investimentos de aproximadamente R$ 22 milhões para quatros projetos culturais do município: Museu do Trabalho e do Trabalhador, Agentes de Leitura, Escola de Cinema e para a reforma do Centro Cultural do bairro Paulicéia.

Apesar do repasse dos recursos a cidade já estar previsto, os detalhes do acordo foram acertados durante reunião com a ministra de Cultura, Ana de Hollanda.

No encontro também estiveram presentes o deputado federal Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho, e o secretário-adjunto da Secretaria de Cultura.

“Não fui pedir nada novo, pois estamos há menos de dois anos do fim do governo e temos que executar o que estava em andamento na cidade.

A visita foi muito proveitosa e objetiva, já que a ministra priorizou quatro dos oito projetos que levei e que estavam assinados com o Governo Federal.

Eu e todos os funcionários queremos mudar a Cultura do nosso município, que é muito diversificada em São Bernardo”, disse o vice-prefeito Frank Aguiar.

Durante a visita à capital, o secretário também pediu emendas em favor da cidade para senadores e deputados.

Entre os projetos que terão financiamento está o Museu do Trabalho e do Trabalhador, espaço dedicado à história das relações trabalhistas da cidade e região, a ser construído no local do antigo prédio do Mercado Municipal, desativado desde 2004.

O investimento total na obra será em torno de R$ 18 milhões, dos quais R$ 14,4 milhões serão verbas do Governo Federal e o restante, contrapartida da Prefeitura.

De acordo com o secretário, a ministra de Cultura irá se empenhar para iniciar o pagamento nos próximos dias.

Frank Aguiar também pretende alugar um prédio para a Escola de Cinema – outro dos projetos beneficiados com recursos – até que os antigos Estúdios Vera Cruz sejam revitalizados.

“Com a verba de R$ 5 milhões garantida pelo Ministério da Cultura, dos quais faltam R$ 2,5 milhões, será possível comprar equipamentos e contratar pessoas para iniciar as aulas ainda no primeiro semestre e ele poderá passar a atender até 100 pessoas”, afirmou o vice-prefeito.

O Centro Cultural do bairro Paulicéia, que está deteriorado, também passará por reformas com investimentos de R$ 3,7 milhões do Governo Federal mais contrapartida da cidade.

Há ainda o programa Agentes de Leitura, que tem como objetivo oferecer às famílias do município atividades como contação de histórias, rodas de leitura e empréstimos de livros.

A inauguração deverá ocorrer em abril com a presença da ministra, Ana de Hollanda, que confirmou o pagamento da última parcela de investimento de R$ 1,2 milhão ao projeto.

Serão contratados cerca de 200 jovens com uma bolsa no valor de R$ 350.

fonte: site da Prefeitura de São Bernardo do Campo (SP)