Frank Aguiar lembra Batalha do Jenipapo, ocorrida há 184 anos, no Piauí

PTB Notícias 18/03/2007, 11:07


O Deputado Frank Aguiar (PTB-SP), em discurso no plenário, lembrou a data da Batalha do Jenipapo (13 de março de 1823), considerada uma das mais sangrentas de todas as lutas em prol da independência política do Brasil.

“Este confronto pode ser visto como um dos momentos cruciais da adesão da província piauiense ao processo emancipatório brasileiro”, explicou Frank Aguiar.

“O processo de independência nas outras áreas do Brasil culminou com batalhas que aconteceram especialmente no norte, incluindo o Nordeste atual.

Essa área era alvo de pretensão portuguesa de perpetuar domínios na América”, contou ele.

A Batalha ocorreu às margens do Rio Jenipapo, atualmente Município de Campo Maior (PI), entre as tropas favoráveis a Portugal e piauienses e cearenses não conformados com a Independência.

“Cerca de 2.

500 piauienses e cearenses, sem adestramento militar e debaixo de um sol abrasador, num ano de estiagem arrasadora, enfrentaram as tropas portuguesas.

Após 5 horas de intenso combate, as tropas locais contavam entre suas perdas 700 homens, entre mortos, feridos e prisioneiros de guerra.

Do lado português, as perdas não chegaram a uma centena”, disse o Deputado do PTB.

Frank Aguiar lembrou que foi neste contexto que se deu o real processo emancipacionista e a adesão do Piauí ao Governo do Império do Brasil, caracterizado por diversas lutas sanguinárias e com participação popular.

“No entanto a maioria da população não se beneficiou de seus resultados, pois uma oligarquia assumiu o projeto de consolidação do Estado brasileiro em detrimento das transformações mais profundas dessa sociedade”, apontou o Parlamentar piauiense.

“Infelizmente a data é esquecida, não consta nos livros de História e poucos sabem do ocorrido, mesmo no Piauí, onde ocorreu a batalha.

Mas, por intermédio de historiadores e da população, a data foi acrescida à bandeira do Piauí e está em curso a implantação do estudo da Batalha do Jenipapo na disciplina de História.

Essas iniciativas são muito importantes para que nossos jovens saibam realmente como aconteceu a Batalha do Jenipapo”, finalizou.

Agência Trabalhista de Notícias