Freitas quer centro de atendimento para dependentes químicos em Lages

PTB Notícias 29/08/2014, 11:48


O presidente da Câmara Municipal de Lages (SC), Anilton Freitas (PTB), apresentou proposta para criação de um centro de atendimento para dependentes químicos na cidade.

A unidade deve atender pessoas com problemas que levam à dependência e os transtornos mentais, além de dar acompanhamento psicológico às famílias dos pacientes.

A moção legislativa 189/2014, apresentada por Anilton, segue agora para o Executivo.

“O trabalho realizado pelos profissionais nesta unidade com os portadores de dependência química ou de transtornos mental deve se estender a seus familiares, pois a família se vê despreparada para enfrentar ou lidar com essas novas experiências, o profissional deve oferecer respostas às dúvidas das famílias”, explicou o vereador.

Apesar de os dados demonstrarem uma carência extrema de leitos na rede de atendimento à saúde mental no Brasil, os mecanismos atuais não conseguem fazer com que a rede de atendimento pública se expanda rapidamente.

Pelo modelo construído há mais de nove anos pelo Ministério da Saúde, os municípios têm que arcar com o custo do planejamento e cumprir diversos passos burocráticos para conseguir a liberação de recursos, considerados insuficientes, para montar a infraestrutura.

Pelo sistema atual, é dos municípios a responsabilidade de criar e gerir a rede de atendimento aos dependentes químicos.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Câmara Municipal de LagesFoto: Divulgação/Câmara Municipal de Lages