Frente coordenada por Lara se mobiliza pela realização da Copa 2014 no RS

PTB Notícias 20/04/2009, 7:38


A importância da união entre o Parlamento e os governos municipal, estadual e federal para a realização da Copa 2014 no Estado, foi o foco da manifestação do deputado estadual Luís Augusto Lara (PTB) ao ocupar na última terça-feira (14/4) o período de Grande Expediente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.

Coordenador da Frente Parlamentar de apoio à viabilização do Rio Grande do Sul como subsede da Copa 2014, Lara fez uma retrospectiva das ações desencadeadas desde 2006 pela candidatura do estado como subsede do mundial de futebol.

O secretário de Estado do Turismo, Esporte e Lazer, Heitor Gularte, representando a Governadora Yeda Crusius, e o presidente da Fundação de Esporte e Lazer do RS – Fundergs, Solimar Charopen, prestigiaram a sessão.

Enaltecendo a iniciativa do deputado, o secretário Gularte destaca que “o Rio Grande do Sul está se preparando para sediar o maior evento esportivo do mundo e o Estado já está trabalhando no sentido de promover e divulgar os produtos turísticos do Rio Grande do Sul.

“O deputado Lara está envolvido com a campanha de apoio à viabilização do Rio Grande do Sul como subsede da Copa 2014 no Estado desde sua gestão à frente da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer do Estado.

Conforme resgatou em sua manifestação, Lara destacou que, ainda como secretário, fez o convite para que o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, viesse ao Rio Grande do Sul, para que o Estado pudesse oficializar sua candidatura a uma vaga como subsede da Copa.

“Naquele momento ficaram esclarecidos os primeiros passos necessários para entramos na disputa.

Recebemos uma equipe de inspetores da FIFA em 2006 e, em março de 2007, tivemos a primeira reunião com o presidente da CBF e governo do Estado”, lembrou o parlamentar.

Desse encontro, seguiram-se uma série de trâmites, desde a resposta das 150 perguntas do caderno de encargos da FIFA, com dados sobre logística, segurança, saúde, e outros itens fundamentais para chegarmos a sediar um evento do porte de uma Copa, até nova inspeção aos estádios localizados na Capital.

Em agosto de 2007, o Estado recebeu pela primeira vez a equipe completa de inspetores da FIFA, que, em janeiro último, esteve novamente vistoriando a Capital.

“O anúncio das 12 cidades que sediarão os jogos só sai em maio.

Mas por que tanta disputa? Porque, acima de tudo, a Copa é um grande pretexto para melhorarmos nossa estrutura de transporte, de saúde, de segurança, de turismo, infraestrutura e logística, pois o legado das obras da Copa perduram por 20, 30 anos”, disse Lara.

O deputado enfatizou ainda que o governo federal já acenou com a possibilidade de lançar o PAC da Copa, para permitir aos estados e cidades sedes o cumprimento da série de melhorias necessárias à realização do evento.

“E isso significa investir na nova Ponte do Guaíba, desafogar a BR-116, ampliar a pista do Aeroporto Salgado Filho e a linha do metrô, duplicar a Avenida Beira-Rio, aumentar vagas nos hospitais e também incentivo às cidades do Interior”, destacou.

O parlamentar informou ainda que a Copa mobiliza mais de 240 países que, por isso, deve o Parlamento se integrar nesse objetivo.

“Temos de ser o algodão entre os cristais, capaz de unirmos prefeitura, Estado e entidades nesse projeto, independente de nossas colorações partidárias.

Por isso, espero, após anúncio da FIFA, possamos trabalhar em harmonia, pois quem ganha são os gaúchos”, comentou.

Lara finalizou sua manifestação convocando os membros da Frente Parlamentar e do Comitê Executivo da Copa a participar de um café da manhã, no dia 22, para tratar das próximas ações.

“O povo do Rio Grande espera muito do nosso Parlamento, por isso temos de ser o combustível dessa grande mobilização pela Copa na nossa capital”, encerrou.

Prestigiaram o Grande Expediente o secretário do Turismo, Esporte e Lazer, Heitor Gularte; o presidente da Fundergs, Solimar Charopen; o representante do Sport Club Internacional, Mário Sérgio Martins; o presidente do Sindilojas, Ronaldo Sielichow e o presidente da Federação Gaúcha de Surfe, Orlando Carvalho.

* Agencia Trabalhista de Notícias com informações do Site Oficial da Candidatura de Porto Alegre para Subsede da Copa do Mundo FIFA 2014