Galindo fará exigências no edital e lutará para manter recursos do PAC

PTB Notícias 15/08/2011, 16:09


O prefeito de Cuiabá, Chico Galindo (PTB), revelou esta segunda-feira, 15/08/2011, que o edital de concessão da Sanecap (Companhia de Saneamento da Capital) contará com algumas exigências a empresa vencedora.

Galindo espera apresentar o edital após aprovação de novo projeto que autoriza a concessão na Câmara de Vereadores.

Entre as exigências a empresa vencedora está o pagamento da dívida da Sanecap, hoje estimada em R$ 278 milhões.

Além disso, a empresa deverá, em três anos, colocar água tratada em 100% das casas da capital.

O prazo para universalizar o tratamento de esgoto será de 10 anos.

O edital ainda irá prever que a empresa vencedora asfalte 100% das ruas e avenidas ainda não pavimentadas da capital.

Sobre a tarifa, o prefeito exigirá que fique congelada até o final de 2012.

O prefeito ainda colocou que, mesmo com andamento do projeto de concessão da Sanecap, irá lutar até o fim para manter os recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) previstos para a capital.

O programa do Governo Federal prevê investimentos de cerca de R$ 300 milhões em saneamento básico.

Na próxima semana, Galindo deverá retornar a Brasília para tentar convencer a Caixa Econômica Federal e o Ministério das Cidades a garantir os recursos do programa.

“Se for preciso, vamos até a Justiça para que Cuiabá não perca o PAC”, afirmou.

Convicto de que a concessão é o melhor para a capital, o prefeito está em fase de dialogar com a população o programa de saneamento para a cidade.

Ele ainda se mostrou contrário a realização de plebiscito sobre a concessão, ou não, da Sanecap.

“Estamos ouvindo as lideranças comunitárias e os segmentos organizados, que conta com os representantes do povo”, assinalou.

Agência Trabalhista de Notícias, (IS) com informações do jornal O Documento