Gim Argello acredita que país crescerá graças a investimentos externos

PTB Notícias 25/01/2012, 8:39


O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou, durante a última reunião ministerial, realizada na segunda-feira (23/01/2012), que os cortes no Orçamento Geral da União de 2012 só serão anunciados em meados de fevereiro.

Ele não quis adiantar o valor, embora as estimativas sejam de um contingenciamento de até R$ 70 bilhões.

Mas o ministro assegurou que a tesourada não vai atingir investimentos, que serão usados pelo governo federal como uma arma para garantir um crescimento econômico de até 5% neste ano.

Entre as obras que terão recursos preservados estão as do Programa de Aceleração do Crescimento, da Copa do Mundo e do “Minha Casa, Minha Vida”, que somam R$ 100 bilhões.

Para o senador Gim Argello, do PTB do Distrito Federal e Líder do partido no Senado, além dos investimentos públicos, o Brasil vai receber neste ano recursos vindos de empresários estrangeiros, o que garantirá a execução dos principais programas governamentais.

“Vamos ter vários investimentos externos.

Quando o governo resolve investir, a iniciativa privada também investe.

Só que o Brasil hoje recepciona milhares de investimentos em milhares de dólares em todas as frentes.

Temos espaço para grandes investimentos e projetos, coisas que não existem mais em outros países”, afirmou o senador Gim Argello.

O senador petebista lembrou dados do Banco Central, que mostram que somente em 2011 o Brasil recebeu um montante superior a 66 bilhões de dólares em investimentos.

O valor representa um crescimento de quase 40% em relação ao ano de 2010.

Agência Trabalhista de Notícias (ELM), com informações da Rádio Senado