Gim Argello acredita que Senado tomará novo rumo no segundo semestre

PTB Notícias 18/07/2009, 8:54


Ao contrário dos senadores de oposição para os quais o recesso parlamentar não diminuirá a pressão para que o presidente José Sarney (PMDB-AP) se afaste do cargo, o vice-líder do governo, Gim Argello (PTB-DF), disse na última quinta-feira (16/7) que o Senado entrará “num novo rumo” a partir do segundo semestre.

Um dos principais aliados de Sarney, Argello destacou que, tanto do ponto de vista administrativo quanto legislativo, estão sendo tomadas providências para superar a crise gerada na Casa a partir de denúncias de irregularidades na administração envolvendo, inclusive, o presidente.

O vice-líder do governo e líder do PTB afirmou que o presidente José Sarney e o primeiro-secretário, Heráclito Fortes (DEM-PI), tem tomado, do ponto de vista administrativo, todas as providências para apurar as denúncias.

Já no âmbito legislativo, o parlamentar destacou que o Senado entra em recesso sem qualquer matéria pendente de votações.

Na quarta-feira, os senadores votaram 37 matérias e limparam a pauta com a apreciação de autorizações para a contratação, por estados, de empréstimos em organismos internacionais, votaram 90 requerimentos e um projeto de lei que proíbe a cobrança, aos consumidores, por concessionárias de água e de energia elétrica, da taxa de religação do serviço prestado.

Entre as matérias aprovadas em plenário, destacam-se, ainda, o projeto que institui a Lei na Nacional de Adoção – que, agora, segue para sanção presidencial – o projeto de lei que reserva, no Estatuto da Criança e do Adolescente, 10% das vagas existentes em todas as creches, pré-escolas e equivalentes a crianças portadoras de deficiência; e as novas regras para a concessão da tarifa social de energia elétrica.

A tarifa social deve beneficiar 22 milhões de pessoas de baixa renda.

Para entrar em vigor, a matéria ainda depende de votação na Câmara dos Deputados e da sanção presidencial.

Os descontos vão variar de 10% a 100%.

Fonte: Estadão