Gim Argello recebe reivindicações dos servidores públicos do DF

PTB Notícias 19/06/2009, 17:36


Preocupado com a geração de emprego e a estabilidade dos trabalhadores do Distrito Federal, o senador Gim Argello (PTB-DF) recebeu, nesta semana, em seu gabinete, 14 representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Distrito Federal (Sindsep).

O grupo faz parte dos 10 mil trabalhadores demitidos durante o governo Collor (25 mil em todo o Brasil), em 1990.

Mais tarde, em 1994, foi publicado um decreto-lei que ditava que todos os demitidos pudessem reivindicar junto aos órgãos em que trabalhavam, seus antigos empregos.

Tal decreto foi anulado em 2000 e milhares de pessoas perderam o prazo de recurso.

Por isso, eles pedem ao senador que trabalhe junto à Casa Civil para que seja publicado um decreto que prorrogue o prazo de recurso.

Assim, eles poderão recuperar seus empregos, como consta na Lei de Anistia, nº 8.

878/94.

“Quando o sindicato anunciou que precisaríamos de alguém para nos ajudar a lutar por nossos direitos junto à Presidência da República, o primeiro nome que nos ocorreu foi o do senador Gim Argello.

Com sua seriedade, competência e presteza, tínhamos certeza de que eles nos ajudaria.

Dito e feito, ele vai no ajudar”, contou o representante do Sindsep, Carlos Pereira Xavier.

De acordo com o senador Gim Argello, essa é uma conquista para todos os brasileiros.

É a luta pelos direitos do trabalhador.

“Vou pedir ao presidente Lula para que isso seja resolvido o quanto antes e tenho certeza que ele terá sensibilidade para atender a esse pedido.

Aceito esta missão com muita honra porque assim, estaremos ajudando milhares de famílias”, disse Argello.

O senador afirmou que em duas semanas, terá uma resposta sobre o assunto.

A lei define que os servidores públicos civis e empregados da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional, bem como aos empregados de empresas públicas e sociedades de economia mista sob controle da União que tenham sido exonerados por motivação política, devidamente caracterizada, ou por interrupção de atividade profissional em decorrência de movimentação grevista, no período compreendido entre 16 de março de 1990 e 30 de setembro de 1992 sejam anistiados, ou seja, recebam seus empregos de volta.

fonte: Assessoria do Senador Gim Argello (PTB-DF)