Gim quer estimular debate de políticas de incentivo à alimentação saudável

PTB Notícias 21/04/2013, 13:25


Para enfrentar o aumento expressivo dos casos de obesidade no País, o Senado está discutindo projeto que tentam implantar políticas públicas que favoreçam a alimentação e os hábitos saudáveis.

A obesidade entre as crianças também vem passando por uma verdadeira epidemia: um terço das crianças em nosso país apresentam peso superior ao máximo que é recomendado pela Organização Mundial da Saúde.

O aumento da obesidade está diretamente ligado ao estilo de vida, ao crescimento do consumo de alimentos de alto teor calórico e ricos em gordura, sal e açúcar, porém pobres em nutrientes, e ao aumento do sedentarismo.

Essa combinação provoca o surgimento de doenças crônicas como o colesterol alto, a hipertensão e o diabetes.

As doenças crônicas são responsáveis por 72% dos óbitos em nosso país.

Para combater o problema uma série de projetos no Senado procura implantar políticas públicas que favoreçam a alimentação e os hábitos saudáveis.

O senador Gim Argello, do PTB do Distrito Federal, apresentou um projeto que proíbe a venda de alimentos gordurosos e de baixo nível nutricional dentro das escolas, além de controlar a publicidade destes produtos.

“Você é o que você come.

Não faz sentido a gente não estabelecer, não mostrar para as crianças e pros adolescentes que não tem coisa melhor do que as coisas naturais.

Que você comer abobrinha, comer chuchu, muita verdura”, afirma o Líder do PTB no Senado Federal.

Agência Trabalhista de Notícias (ELM), com informações da Rádio Senado