Graça Amorim cobra edital de licitação dos alvarás para serviços de táxis

PTB Notícias 2/07/2015, 6:22


A vereadora Graça Amorim (PTB) utilizou a tribuna da Câmara Municipal de Teresina (PI) na quarta-feira (1/7/2015) para cobrar a publicação do edital de licitação dos alvarás para serviços de táxis.

Em audiência pública realizada pela parlamentar no dia 13 de março, a Prefeitura de Teresina, por intermédio da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Strans), se comprometeu em anunciar a concorrência até o final de junho, o que não aconteceu.

“No dia que fiz a audiência, o superintendente da Strans, Carlos Daniel, anunciou que liberaria cerca de 500 alvarás até o dia 30 de junho através de licitação.

Esperamos até ontem e nada.

Uma reunião que discutiria o assunto seria realizada amanhã (2/7), mas foi cancelada.

Precisamos saber o que está acontecendo.

Ou melhor, precisamos da liberação desses alvarás porque os profissionais merecem trabalhar e a população está sofrendo as consequências do número insuficiente de táxis”, declarou Graça.

A vereadora destacou a insuficiência e morosidade do serviço, principalmente nos finais de semana.

“Os telefones das empresas de táxi estão sempre ocupados, os usuários amargam espera de até uma hora entre a solicitação e a chegada do veículo.

E nos bairros mais distantes, o problema se agrava”, pontua.

Atualmente, o deficit de táxis em Teresina chega a dois mil profissionais.

Hoje, a capital piauiense tem 1.

556 taxistas com alvará, que lhes permite trafegar pela cidade.

Esta frota que deveria ter alvará renovado anualmente em Teresina, mas isso não é feito há mais de dez anos.

A legislação que regulamenta esse serviço é de 1985 e encontra-se desatualizada.

“Esse quadro contribui para que taxistas irregulares se espalhem pela cidade.

O sindicato dos taxistas denunciam a invasão de veículos de Timon que vem para Teresina realizar o serviço que deveria ser dos taxistas teresinenses por direito.

Isso é verdade”, afirmou Graça Amorim.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da Câmara Municipal de TeresinaFoto: Divulgação