Graça Amorim denuncia exploração de merendeiras nas escolas de Teresina

PTB Notícias 11/06/2013, 16:38


Está faltando merendeiras nas escolas de Teresina.

A conclusão é da vereadora Graça Amorim (PTB-PI).

Ela denunciou a situação nesta terça-feira (11/6/2013), em pronunciamento na Câmara Municipal.

Conforme a vereadora, existem Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI) em Teresina que possuem 1.

200 alunos e uma só merendeira para atender a todos.

“Isso é exploração do trabalho destas profissionais.

Está sendo contratada uma quantidade enorme de profissionais sem concurso.

Falta até cadeiras para estes comissionados se sentarem nos órgãos da prefeitura, enquanto isso falta merendeiras nas escolas.

As que existem estão sobrecarregadas de trabalho.

“Graça anunciou que vai ao Ministério Público denunciar o problema.

Ela, juntamente com um grupo de vereadores, vai elaborar um calendário de visitas às escolas para fiscalizar o funcionamento delas em todos os setores, inclusive o da merenda escolar.

A vereadora reclamou também a falta de dados do Portal da Transparência da Prefeitura de Teresina.

“O Portal foi criado ainda na gestão do prefeito Elmano Férrer, mas agora deixou de ser atualizado.

E ainda tem o agravante de que, segundo a Lei da Transparência, a data limite para a criação dos portais pelas prefeituras já acabou”, destacou.

Avenida PotiOutra denúncia feita por Graça Amorim foi sobre a duplicação da Avenida do Poti Velho que liga ao Bairro Santa Maria da Codipe, na zona Norte de Teresina.

De acordo com a vereadora, os recursos para a duplicação já estão alocados.

“Não compreende porque a obra ainda não começou, haja vista que já foi realizada a licitação para contemplar o serviço e os recursos já estão disponíveis”, questionou.

Agência Trabalhista de Notícias (NM), com informações do site GP1Foto: Divulgação