Graça Amorim quer cartão de passe livre para crianças com até seis anos

PTB Notícias 27/05/2013, 6:37


A dificuldade das crianças em ultrapassar as catracas dentro dos ônibus coletivos foi tema de debate na quinta-feira (23/5/2013) na Câmara Municipal de Teresina.

A vereadora Graça Amorim (PTB-PI) solicitou ao presidente da Casa, vereador Rodrigo Martins, que reiterasse junto ao prefeito Firmino Filho o indicativo de Lei de sua autoria que implanta em Teresina o Passe Livre Criança Cidadã.

O Indicativo já havia sido enviado à Prefeitura em novembro de 2012, mas sua transformação em Lei foi comprometida pelo período da transição dos mandatos de Elmano Férrer (PTB) e Firmino Filho (PSDB).

Conforme a proposta, toda criança com até 6 anos de idade ter direito a um cartão eletrônico para ultrapassar a catraca dos coletivos, assim como acontece com os os idosos e pessoas com deficiência (PCDs).

A vereadora considera humilhante a situação a que as crianças são submetidas ao precisarem utilizar o transporte público.

“De todos os grupos que têm direito à gratuidade, as crianças são as que mais se submetem a situação humilhante.

Elas têm que rastejar pelo chão para poder passar para o outro lado ou precisam ser suspensas pela mãe.

Não deixa de ser uma situação humilhante, até porque muitas menininhas que estão de saia ficam expostas”, argumenta a vereadora, que esteve à frente da implantação do Passe Livre Eletrônico para Idosos e PCDs.

A sugestão de Graça Amorim é que, para a aquisição do cartão, os responsáveis pelas crianças beneficiadas possam cadastrá-las em locais destinados para esse fim, mediante a apresentação de documentos pessoais dos responsáveis e da criança.

“O cartão eletrônico Passe Livre – Criança Cidadã deverá conter em sua face externa a foto, nome, data de nascimento e outros dados que se fizerem necessários, além de alternativa tecnológica que torne mais confiável sua utilização”, completa.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal GP1