Graciela Nienov cria comissão para formular planejamento estratégico voltado às candidatas petebistas

Agência Trabalhista de Notícias 24/09/2019, 17:59


Imagem Crédito: Felipe Menezes/PTB Nacional

Com objetivo de atender à necessidade do PTB de elaboração de um abrangente planejamento estratégico com foco no processo eleitoral de 2020, a presidente nacional do PTB Mulher, Graciela Nienov, baixou resolução (clique aqui) na qual instala uma comissão nacional do movimento feminino do partido. A comissão terá a incumbência de debater e formular tanto o planejamento estratégico das candidaturas de mulheres às eleições municipais como para elaborar os planos de trabalho que irão orientar as ações das candidatas petebistas.

Sob a coordenação de Graciela, a comissão nacional também terá a incumbência de fixar as diretrizes que as candidaturas femininas petebistas de todos os estados terão que seguir na pré-campanha e no período oficial da campanha eleitoral. O grupo será composto por Graciela Nienov, Luísa Canziani, Regina Becker Fortunati, Nárcia Kelly, Cristiane Brasil, Paula Vaz, Tanise Pazzim Sabino, Teresa Silva, Janaínna Marques, Elaine Matozinhos, Nayara Soares, Mical Damasceno, Charlene Lima, Kelly Moraes, Jaqueline Silva e Hosana Capixaba.

Em ofício enviado aos deputados federais e presidentes estaduais do PTB, Graciela Nienov explica que a organização de um planejamento estratégico para as eleições do próximo ano se faz necessária devido às recentes mudanças legislativas, de fiscalização e da atual jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A dirigente afirma que o planejamento será formulado para dar segurança jurídica e operacional, tanto para os dirigentes partidários quanto às candidatas que concorrerão pelo partido no pleito de 2020.

“Nesse compasso, além da comissão nacional que conta com nossas deputadas estaduais e federal, a comissão estadual será responsável pela implementação do plano de trabalho e das diretrizes do movimento de nível nacional no que diz respeito às candidaturas femininas no âmbito do Partido Trabalhista Brasileiro”, afirma Graciela.