Graciela Nienov defende políticas públicas que garantam aos jovens inserção no mercado de trabalho

asfasdf asdfasdf 1/07/2016, 10:35


Imagem Crédito: Neto Sousa

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1467382326626{margin-bottom: 0px !important;}”]A presidente nacional da Juventude do PTB, Graciela Nienov, participou nesta quarta-feira (29), em Brasília, de reunião com o secretário Nacional de Juventude, Bruno Júlio, e representantes de juventude partidária do país. Na ocasião, foi discutida a elaboração de um cronograma de trabalho e ações que visam atender os jovens brasileiros.

Um dos assuntos debatidos na reunião foi o Programa Estação Juventude, que tem por objetivo ampliar o acesso de jovens a políticas, programas e ações que assegurem seus direitos de cidadania e fortaleçam a sua capacidade de inclusão, participação social e emancipação, por meio do oferecimento de tecnologia social inovadora. É um espaço instalado em equipamento público de acesso livre.

Graciela Nienov na SNJPor cada localidade possuir necessidades e características específicas, o Estação Juventude articula as diretrizes nacionais com as particularidades do território. Para isso, estabelece a possibilidade de adaptação das instalações físicas e das atividades a serem executadas pelos entes parceiros a partir da história, da cultura e das potencialidades de cada território, assim como dos distintos grupos que o habitam.

A presidente Graciela Nienov defendeu a importância do projeto. A líder da Juventude do PTB, no entanto, ressaltou que é preciso avançar primeiramente na implementação de políticas públicas que visam a qualificação dos jovens para o mercado de trabalho, e de programas que os incentivem a participar ativamente da vida política, social e comunitária de suas cidades.

“Precisamos ser cuidadosos nas ações que vamos direcionar a juventude brasileira. Não podemos apresentar projetos em que os prefeitos poderão ter dificuldades em implantar. O Estação Juventude é um programa importante, no entanto, deve ser aperfeiçoado e, sobretudo, executado devidamente”, afirmou Graciela. “Hoje, devemos nos engajar arduamente em prol dos jovens e combater o desemprego, a falta de ensino preparatório e a questão das drogas. A juventude tem pressa e deposita em nós suas esperanças para que o Brasil volte a trilhar o caminho do desenvolvimento, com os jovens assumindo o papel de protagonistas deste processo de mudança na nossa sociedade”, acrescentou a presidente da JPTB.

Colaborou ELM[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]