Há sete interessados na concessão do Pacaembu, diz Celso Jatene

PTB Notícias 1/06/2015, 15:23


“Tivemos sete interessados e os sete foram habilitados.

Lógico que o novo modelo arquitetônico vai respeitar o tombamento”, afirmou o secretário municipal de Esportes, Lazer e Recreação de São Paulo, Celso Jatene (PTB), durante audiência pública ocorrida na Câmara Municipal de São Paulo na quinta-feira (28/5/2015).

De acordo com Jatene, as propostas dos interessados na gestão do estádio estão sendo estudadas e esta etapa deve ser finalizada no fim de julho com a escolha de uma empresa.

Quem apresentar o melhor modelo de gestão deverá ser o responsável pela modernização e revitalização do estádio.

Ainda segundo ele, não haverá privatização.

“A gente quer retomar a vocação original do Pacaembu, que é a prioridade para esportes de várias modalidades, mas também um local para eventos cívicos e culturais.

O Pacaembu não nasceu com uma concha acústica para levar bolada em dia de jogo de futebol.

Eu tenho certeza absoluta de que a modernização do Pacaembu, e sobre o barulho é totalmente diferente”, disse.

A discussão sobre o futuro de um dos principais símbolos da cidade ganhou importância depois da inauguração das novas arenas do Corinthians e do Palmeiras.

Hoje, ele enfrenta dificuldades para manter-se financeiramente devido à perda de arrecadação com a inauguração dos novos estádios.

SantosEm relação ao Santos, Celso Jatene afirmou que não há nenhuma conversa em andamento com o clube da Baixada no momento.

“O Santos não é um dos sete interessados na concessão.

Um dos interessados é uma empresa chamada Luarenas, que informou à secretaria que tem uma parceria com o Santos.

Mas, essa empresa ainda tem que ser escolhida na concorrência.

“Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Câmara Municipal de São PauloFoto: Luiz França/CMSP