Henrique Arantes critica fim das coligações partidárias

Agência Trabalhista de Notícias - 13/09/2017, 8:30

Crédito: Marcos Kennedy/Alego

Imagem

Em discurso na Assembleia Legislativa de Goiás, na terça-feira (12), o deputado Henrique Arantes (PTB) criticou o fim das coligações partidárias, previsto pela reforma política que tramita no Congresso Nacional. Contrário à proibição das coligações, o parlamentar acredita que a mudança vai contra ideais democráticos, uma vez que a maioria dos partidos não teria força necessária para eleger parlamentares.

“Se a matéria passar, ou se for monocraticamente estabelecida por ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), vários dos partidos aqui representados, por exemplo, irão desaparecer da Assembleia Legislativa de Goiás. Para terem mínimas chances de serem eleitos, candidatos serão obrigados a migrar para os grandes partidos. Veremos somente representantes do PSDB, do PMDB e do PT”, afirmou.

A drástica mudança extinguiria legendas menores, que não conseguirão passar pela cláusula de barreira, o que desagrada o parlamentar. “Me causa angústia, pois acho que a mudança será nociva. Serão poucos ditando e a maioria abaixando a cabeça para concordar”, finalizou.

Com informações da Assembleia Legislativa de Goiás