Henrique Arantes defende projeto que visa punir juízes e promotores por corrupção

PTB Notícias 23/11/2016, 8:47


Imagem Crédito: Ruber Couto/Alego

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1479928828360{margin-bottom: 0px !important;}”]Em discurso na Assembleia Legislativa de Goiás, na terça-feira (22), o deputado Henrique Arantes (PTB) manifestou seu apoio a projeto de lei em tramitação no Congresso Nacional que se destina a punir inclusive juízes e promotores em casos de crimes como corrupção.

Henrique Arantes criticou o fato de que, atualmente no Brasil, se um deputado ou senador comete crime, vai preso, mas quando um juiz ou promotor é desonesto e corrupto, é alvo somente de uma investigação interna. “Sabemos que não há corporativismo maior do que o do Poder Judiciário. Tem associações do Judiciário querendo barrar esta lei, como se todos os seus membros fossem honestos, mas não é assim. Todos são passíveis de falha. Criar um sistema de blindagem onde o juiz ou promotor fica inatingível pelos erros que comete é um absurdo”, comentou.

O parlamentar citou o caso de uma juíza que determinou a prisão de uma adolescente junto com homens e a jovem foi estuprada várias vezes. “A jovem teve a vida destruída e com a juíza nada pode ser feito”, disse.

O deputado defendeu um sistema para impedir corrupção não apenas no Executivo e no Legislativo, mas também no Judiciário. “Todos são a favor de uma legislação que vem fazer justiça ao país. Peço desculpa aos bons juízes e aos bons promotores que não merecem ouvir isso, mas é preciso fazer justiça aos maus”, concluiu.

Com informações da Assembleia Legislativa de Goiás[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]