Hildo do Candango pede na ANTT a intervenção do transporte público

PTB Notícias 11/03/2013, 18:23


O prefeito de Águas Lindas de Goiás, Hildo do Candango (PTB-GO), protocolou junto à Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), no dia 25 de fevereiro, um pedido de intervenção, (número do protocolo 50500.

018153/2013-73), nas empresas de ônibus que atendem a cidade, como a “Santo Antônio” do Grupo Amaral.

De acordo com o prefeito, as linhas da Santo Antônio são interestaduais e por isso não podem receber interferência do governo do Estado de Goiás.

Hildo afirma que os ônibus que rodam na cidade estão sucateados e oferecem risco para a população.

“Esse é um problema que se arrasta há muito tempo, e ao assumir a Prefeitura nós realizamos um estudo para verificar as condições da frota da cidade, e nós constatamos que o problema era pior do que imaginávamos.

Daí a necessidade de se buscar junto a ANTT uma solução”, afirmou.

Desde o mês de janeiro várias operações estão sendo realizadas na cidade, em uma delas de 20 ônibus vistoriados, 14 ficaram retidos por falta de documentação e o péssimo estado de conservação.

A frota reduzida também é outro problema que gera muitos transtornos.

“Foi constatado que a empresa Santo Antônio não circula nas ruas com o número de carros registrados junto a ANNT, lá constam 120 carros mas comprovamos que pouco mais de 50 estão atendendo a comunidade.

Prejudicando cerca de 50% da população que precisa do transporte.

Nós procuramos a outra empresa que roda na cidade, a Taguatur para que assuma essas linhas, e a mesma se mostrou interessada em sanar o problema mesmo que temporariamente”, enfatizou o prefeito.

Segundo o secretário de Transporte, Vicente Manoel, o processo foi protocolado na ANTT no dia 25 de fevereiro e até o momento o órgão não se manifestou oficialmente sobre o caso.

“Já existe um processo para abrir as licitações na região, porém esse processo é demorado e nós precisamos de uma solução rápida, a nossa população está cansada de sofrer.

Aqui tem um povo trabalhador que acorda às 4h30 pra pegar um ônibus lotado, e os carros ainda quebram no meio do caminho.

Por conta disso, pedimos essa intervenção, e esperamos que a ANTT nos dê uma resposta positiva, o povo não pode esperar mais”, completou Hildo do Candango.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Prefeitura de Águas Lindas de GoiásFoto: Antonio Barbosa/Prefeitura de Águas Lindas de Goiás