Hildo do Candango: Quero que Águas Lindas continue se desenvolvendo

PTB Notícias 27/03/2013, 15:56


Na segunda-feira (25/3/2013), o prefeito Hildo do Candango (PTB-GO), de Águas Lindas de Goiás, participou de uma reunião, no Auditório Senador Antônio Carlos Magalhães, para discutir sobre a suspensão do programa “Minha Casa, Minha Vida” no Entorno do Distrito Federal.

Presidida pelo senador Gim Argello (PTB-DF), o encontro contou com a participação de várias autoridades dos governos estadual e federal.

Após constatar problemas na qualidade dos materiais utilizados na construção das unidades habitacionais, assim como a falta de água principalmente na cidade de Valparaíso de Goiás, o Ministério das Cidades suspendeu novas contratações de financiamentos imobiliários dentro do programa habitacional do governo federal.

Os construtores afirmaram que em Águas Lindas não há o problema com o fornecimento de água, e que agora a esperança é que os financiamentos voltem a funcionar.

Hildo afirmou que em Águas Lindas o mercado é aquecido graças a construção civil e com o cancelamento dessas obras o prejuízo é enorme.

“Hoje temos 30% da cidade asfaltada, e até o fim de nosso mandato teremos 100%.

E eu quero que Águas Lindas continue se desenvolvendo.

E eu vim aqui para defender os empresário que muito tem ajudado a cidade nesse desenvolvimento.

“O prefeito Hildo do Candango ainda informou que Águas Lindas vai receber investimentos de R$ 132 milhões do Consórcio Saneago/Caesb, para construir a adutora que ligará a Barragem do Descoberto para a cidade.

De acordo com o diretor da Saneago, Olegário Teixeira, as obras para acabar com os problemas de abastecimento estão avançadas, mas que de imediato poços serão construídos para suprir a demanda, que só será sanada por completo quando a Corumbá IV ficar pronta em 2014.

O Ministério das Cidades garantiu que vai revisar a suspensão da decisão que impede as novas contratações de financiamento até quinta-feira (28/3).

Participaram do encontro o secretário de Cidades, João Balestra, o chefe de Gabinete da Representação de Goiás no Distrito Federal, André Clemente, o secretário Extraordinário do Entorno do DF, Gilvan Máximo, e demais autoridades, além dos construtores e corretores da região.

Agência Trabalhista de Notícias (NM), com informações da Prefeitura de Águas Lindas de GoiásFoto: Antonio Barbosa/Prefeitura de Águas Lindas de Goiás