Hildo quer probir consumo de bebidas alcoólicas no transporte coletivo

PTB Notícias 17/06/2012, 21:06


Tramita na Assembleia Legislativa de Goiás, apto a ser votado na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), o projeto de lei nº 784/12, do deputado estadual Hildo do Candango (PTB), que proíbe o consumo de bebidas alcoólicas no interior de veículos públicos ou privados de transporte coletivo de passageiros.

A matéria recebeu parecer favorável de seu relator, deputado Doutor Joaquim (PSD).

De acordo com a proposta de Hildo do Candango, será obrigatória também a fixação de avisos proibitivos nos referidos meios de transporte, com indicação de seu número e data, em letras legíveis e de fácil visualização.

Esses avisos deverão ser colocados em locais de ampla visibilidade, com indicação de telefone e endereço dos órgãos estaduais responsáveis pela fiscalização e pela defesa do consumidor, para denúncia de qualquer cidadão.

Em caso de descumprimento da norma, a matéria determina que os infratores sejam solicitados a se retirar dos veículos.

Tal determinação poderá ser concretizada inclusive por intervenção policial, caso o infrator se recuse a obedecer à ordem dos responsáveis pelo serviço.

O consumo de bebidas alcoólicas no interior dos veículos acarretará ainda multa no valor de R$ 1 mil ao transgressor e à pessoa jurídica ou física que explore o serviço de transporte, com valores dobrados em caso de reincidência.

Hildo do Candango justifica sua iniciativa alegando que o objetivo é combater o vandalismo dentro dos veículos de transporte coletivo, zelando, desta maneira, pelo bem-estar dos usuários.

“Além do bem-estar, o consumo de bebidas alcoólicas contribui para o aumento de confusões, brigas e desentendimentos dos cidadãos, elevando significativamente a ocorrência de crimes e demandas policiais”, defendeu.

Para se tornar lei, a matéria precisa do aval das Comissões, ser votada e aprovada em dois turnos em Plenário e, posteriormente, receber a sanção do Governador.

Fonte: site da Assembleia Legislativa de Goiás