Implantado por Collor, SUS faz 32 anos com mais de 90 bilhões de atendimentos

PTB Notícias 20/09/2022, 12:42


Imagem

Há 32 anos, o Sistema Único de Saúde (SUS) foi implantado no Brasil pelo então presidente Collor. Uma grande conquista para a população, que, a partir daquele momento, contou com acesso gratuito a diversos serviços de saúde. Uma ação de Collor pela universalização da assistência médica, que soma, até os dias de hoje, mais de 90 bilhões de atendimentos no país. O SUS foi criado pela Constituição de 1988 e implantado por Collor com as Leis 8080, de setembro de 1990, e 8142, de dezembro do mesmo ano. O SUS é o único sistema de saúde pública do mundo que atende mais de 190 milhões de pessoas – 80% delas dependem, exclusivamente, dos serviços públicos para qualquer atendimento de saúde, com princípios de integralidade, igualdade e universalidade.

“Temos o maior programa de assistência médica do mundo. Foi um grande exemplo dado pelo Brasil quando garantimos a universalização dos atendimentos na área de saúde para a população, dando suporte às classes mais pobres, que não teriam condições de arcar com planos de saúde. É o maior patrimônio da população brasileira e se tornou o principal aliado da sociedade no enfrentamento à Covid-19 e outras emergências em saúde pública”, disse Collor.

A pandemia da Covid-19, que afetou o mundo, consolidou a importância do SUS. A eficiência nos atendimentos evitaram grandes colapsos no país. “Foi neste momento, mais fundamental para a população, que o SUS mostrou sua eficiência, dinamismo, com uma resposta rápida. Com a organização do governo federal, comandado pelo presidente Jair Bolsonaro, todos os esforços foram dedicados para enfrentar o período pandêmico, dando uma resposta à altura da Nação brasileira”, acrescentou Collor.

O SUS oferta um serviço de atenção primária e secundária em todo o Brasil, estando presente em 5.570 municípios. Nesta segunda, os 32 anos da implantação, por meio da Lei 8080, é de grande comemoração. “Fico feliz em ter proporcionado, como chefe da Nação, essa grande conquista para todos. Ter sancionado a lei que criou o SUS e que hoje serve como referência pelo mundo”, pontuou. A ação política de Collor, quando presidente da República, foi fundamental para enfrentar críticos e, assim, tirar do papel a proposta de universalizar o atendimento da saúde a todos os brasileiros.

“Apesar de, em alguns momentos, enfrentarmos a penúria financeira, o SUS funciona adequadamente. Mas sabemos da necessidade de novos investimentos para ampliar o atendimento e a oferta dos serviços à população. Nos últimos anos percebemos a dedicação do nosso presidente em investir na saúde e em Alagoas; nossas ações também serão voltadas nesse aspecto. Garantir que os hospitais funcionem e sirvam à população”, finalizou Collor.