Integração fortalecerá industria nacional, diz Armando Monteiro

PTB Notícias 28/03/2007, 11:35


Executar bem é uma condição para o sucesso, mas a comunicação é igualmente fundamental.

Com essa mensagem, o presidente da Confederação Nacional da Indústria, o deputado Armando Monteiro Neto, do PTB de pernambuco, abriu a Convenção Nacional de Executivos do Sistema Indústria.

Na avaliação de Monteiro Neto, o Sistema Indústria precisa desenvolver alianças e processos de comunicação estruturados para que as empresas saibam como são investidos os recursos arrecadados.

“Só seremos eficientes nas nossas ações de influência quando tivermos a comunicação permeando todas as nossas iniciativas.

Precisamos compreender que, para as nossas entidades, comunicação não é ferramenta e sim o nosso negócio”, disse o deputado petebista.

Realizada no Hotel Blue Tree, em Brasília, a convenção reúne dirigentes e executivos do Sistema Indústria.

Segundo Monteiro Neto, a CNI alinhou sua estrutura organizacional aos mecanismos de participação empresarial, fortalecidos e focados no desempenho e resultados.

“A CNI deu um passo importante com a criação do Fórum da Indústria, aglutinando federações, associações nacionais e setoriais”.

O Sistema Indústria reúne a CNI, o Serviço Social da Indústria (SESI), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e o Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

Monteiro Neto, presidente do Diretório Estadual do PTB de Pernambuco, disse ainda que avanços como as medidas de desoneração dos investimentos, a Lei da Inovação, a criação do Conselho Nacional de Desenvolvimento Industrial (CNDI) e a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa justificam a existência do Sistema Indústria.

Lembrou que o encontro será uma oportunidade para discutir a integração das entidades ao Mapa Estratégico da Indústria 2007-2015, criado com a participação empresarial e que contempla metas sócio-econômicas.

“É um instrumento integrador que deve ser aproveitado em toda sua potencialidade.

A indústria é a fonte do progresso técnico, da inovação, da geração de empregos e a razão pela qual somos parte da solução dos problemas com os quais o Brasil se defronta”, reforçou Armando Monteiro.

fonte: Agência CNI de Notícias