Itumbiara (GO) deve ganhar vôo regional, diz deputado Talles Barreto

PTB Notícias 9/05/2011, 10:58


“A cidade de Itumbiara (GO), a partir da efetivação do Projeto Voe Goiás, deve ganhar linha aérea regular como Goiânia e outras cidades do país.

Isto inclusive é uma necessidade a partir da instalação da montadora Suzuki no município”.

A afirmação é do deputado estadual Talles Barreto (PTB), presidente da comissão de Turismo da Assembleia Legislativa de Goiás, ao finalizar audiência pública sobre o Projeto Voe Goiás.

A possibilidade do estado de Goiás se tornar o maior centro da aviação regional brasileira foi tema de debate na audiência pública realizada na quarta-feira, 6 de maio, na Assembleia Legislativa.

A proposta do deputado Talles Barreto foi de aprofundar a discussão sobre o Projeto “Voe Goiás”.

Na audiência estiveram presentes o presidente da Goiasturismo, Aparecido Sparapani; o vice-presidente da AGM, Luiz Stival; o presidente da empresa aérea Passaredo, José Luis Felício Filho, dirigentes da empresa Azul e Trip e ainda técnicos da Secretaria estadual da Fazenda, da Agetop e também diversos representantes do segmento do turismo e secretários e prefeitos de cidades turísticas goianas.

Redução de imposto Pelo projeto “Voe Goiás” o governo estadual vai conceder redução do ICMS de 15 para 3% sobre o querosene de aviação as empresas que se interessarem em instalar centrais no estado e ainda realizarem voos regionais, com pelo menos uma cidade goiana sendo atendida em cada rota.

O projeto em discussão já tramitou pela Assembleia e agora aguarda apenas a publicação de um decreto governamental para entrar em vigor.

As empresas, tão logo seja publicado o decreto, podem aderir ao projeto e já receberem os benefícios da redução da carga tributária sobre o combustível de aviação.

Os voos para cidades do interior vão depender de investimentos do governo estadual nas obras de adequação necessárias e indicadas pelos órgãos fiscalizadores da aviação nacional.

Mas quando os aeroportos estiverem autorizados, as empresas terão trinta dias para iniciarem os voos regionais.

Investimentos de 36 milhõesParticipante da audiência, o chefe de gabinete da Agetop, José Marcos Musse, confirmou que o governo goiano deve investir cerca de trinta e seis milhões de reais, em parceria com o governo federal, em melhorias de alguns aeroportos no interior goiano.

As prioridades são Catalão, Itumbiara, Jataí, Mineiros, São Miguel do Araguaia, Santa Helena e Niquelândia.

Além disto deve dispor imediatamente de quase novecentos mil reais para recuperação total da pista do aeroporto da cidade de Rio Verde.

Atualmente existe voo regular apenas para a cidades de Minaçu e Rio Verde.

O projeto do governo estadual deve ampliar o leque de opções para outras cidades.

A previsão é de que as obras dos aeroportos possam estar concluídas até o final do ano e os voos comecem imediatamente.

Um dos pedidos feitos pelos representantes da fábrica japonesa foi para que Itumbiara passe a contar com voos regulares, o que deverá ser atendido em breve com o projeto Voe Goiás.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal Folha de Notícias