Ival Avelar recebe moção de apoio de vereadores de Jaraguá (GO)

PTB Notícias 13/03/2015, 7:11


Os nove vereadores da base do prefeito de Jaraguá (GO), Ival Avelar (PTB), se reuniram no Palácio do Sol, na quarta-feira (11/3/2015), para entregar oficialmente uma moção de apoio ao chefe do Executivo pela decisão de transferir o hospital municipal Sandino de Amorim ao governo de Goiás.

A reunião foi acompanhada pelo secretário municipal de Saúde, que ouviu várias ponderações dos vereadores, que querem acompanhar cada passo do processo.

Eles demonstraram preocupação principalmente quanto à situação dos servidores efetivos.

O vereador Juninho Belo (PMDB) questionou a dívida de quase R$ 1 milhão que o governo de Goiás tem hoje com a Secretaria de Saúde de Jaraguá.

“Eu me pergunto, porque o Estado não paga o que deve ao município.

E se caso uma OS, assumir o hospital como ficará a questão dos servidores de carreira da unidade.

São profissionais que estão há mais de 20 anos prestando bons serviços a população e precisão ser amparados”, disse.

Ex-diretor do hospital, o vereador Zé Sábia (PRB) também apresentou uma série de dúvidas sobre como será a conduta da OS.

O vereador Sinval Felix (PR), que é funcionário concursado da saúde, lembrou que embora o processo ainda esteja no inicio, é preciso conhecer bem quais serão as diretrizes de trabalho da OS e se ela dará amplo e irrestrito atendimento à população.

O presidente da Câmara, Hélcio Xuda, disse que a posição dos vereadores e pela transferência, porém, vão cobrar transparência e lisura do Estado.

No documento apresentado ao prefeito trabalhista, os vereadores anteciparam que vão criar uma comissão na Câmara para acompanhar o processo de transferência, bem como a realização de audiências públicas para que a população possa opinar.

O prefeito Ival Avelar agradeceu o apoio dos vereadores referendando sua decisão, e disse que todo o processo será transparente e que o papel da Câmara Municipal é fundamental nessa discussão.

“Estamos aguardando uma reunião com os representantes do governo do Estado, e quero a participação de todos vocês.

Vamos trabalhar juntos para avançarmos nesse processo”, comentou.

O secretário Tiãozinho Arruda disse que hoje o hospital tem deficit mensal que se aproxima dos R$ 300 mil, devido à alta demanda com o crescimento da população nos últimos anos, sem que tenha havido aumenta nos repasses, federal e estadual para a unidade.

Tiãozinho reclamou que são realizados milhares de atendimentos a população, todos os meses.

No entanto, apenas as falhas são lembradas e prometeu um relatório com quantos e quais atendimentos são feitos no hospital.

“Não sei quanto o governo pretende investir na OS que vai administrar o hospital.

Mas se o governo investisse R$ 300 mil por mês na saúde de Jaraguá, com os recursos que temos, faríamos uma gestão de qualidade”, concluiu.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da Prefeitura de Jaraguá Foto: Divulgação/Prefeitura de Jaraguá