Jefferson afirma que governo quer protelar projetos a favor de aposentados

PTB Notícias 8/07/2009, 17:03


Leia abaixo os comentários do Presidente Nacional do PTB, Roberto Jefferson, publicados em seu blog na internet ( (http://www.

blogdojefferson.

com/) www.

blogdojefferson.

com) nesta quarta-feira (08/7):Conto do vigário (1)O governo está querendo aplicar o conto do vigário pra cima dos aposentados e pensionistas.

No dia em que seria realizada a sessão do Congresso Nacional para discussão do veto presidencial ao reajuste da categoria, o presidente do Senado, José Sarney, atendendo ao pedido da líder petista Ideli Salvatti, afirmou que nova sessão seria realizada “impreterivelmente” neste dia oito de julho (hoje!), para votação do veto.

O dia chegou e a sessão do Congresso nem sequer aparece na agenda.

Este governo parece gostar de maltratar os aposentados.

Conto do vigário (2)Para piorar, o governo ainda incluiu na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) um destaque garantindo aos aposentados reajuste de até 8,9%, e argumenta que este seria o teto máximo de aumento para que não houvesse um impacto brutal nas contas da Previdência.

A equipe econômica acena com este reajuste para justificar a manutenção do veto do presidente Lula.

Primeiro ponto: o reajuste do benefícios dos pensionistas rapidamente será engolido pela fórmula do Fator Previdenciário, que ano a ano achata o poder de compra das aposentadorias.

Segundo ponto: o que será que os aposentados preferem, os 8,9% previstos na LDO ou os 16,67% que foram aprovados pelo Congresso e depois vetados por Lula?Sem rodeiosO PTB tem posição fechada tirada em convenção nacional: vai votar pelo fim do fator previdenciário.

Na época de Fernando Henrique, o partido era contra a flexibilização dos direitos trabalhistas previstos na CLT.

A Força Sindical veio toda pra cima do PTB com o discurso de que não poderíamos ficar contra quem defendia o interesse do trabalhador.

Reconsideramos, e erramos, e os trabalhadores nos cobraram por isso.

E agora, quando as centrais sindicais estão como nunca antes neste país encasteladas no governo federal – é tudo chapa branca! – é que não vamos mesmo votar com elas.

Se antes já não reverberavam a voz dos trabalhadores, imagine agora! Querem mexer nos direitos do trabalhador, do aposentado? Tem de plebiscitar! Isto é democracia.