Jefferson Campos alerta sobre perigos causados pelo bullying nas escolas

PTB Notícias 2/05/2009, 8:48


O Deputado Jefferson Campos (PTB-SP), chamou a atenção, em discurso no Plenário na última quinta-feira, para um fenômeno que pode ter relação direta com práticas da delinquência juvenil: o bullying.

“Quando abordamos a violência contra crianças e adolescentes e a vinculamos aos ambientes onde ela ocorre, a escola surge como um espaço ainda pouco explorado, principalmente com relação ao comportamento agressivo existente entre os próprios estudantes.

A violência nas escolas é um problema social grave e, provavelmente, o tipo mais frequente e visível da violência juvenil”, afirmou o Deputado do PTB.

Jefferson Campos explicou que as três principais formas de violência na escola são o castigo corporal, a violência sexual e o bullying (palavra inglesa utilizada pelos especialistas para descrever atitudes agressivas, intencionais e repetidas, que ocorrem sem motivação evidente, adotadas por um ou mais estudantes contra outros, causando dor e angústia).

“O bullying é um problema mundial, sendo encontrado em toda e qualquer escola, não estando restrito a nenhum tipo específico de instituição: de ensino fundamental ou médio, pública ou privada, rural ou urbana.

No Brasil, levantamento realizado pela Associação Brasileira Multiprofissional de Proteção à Infância e à Adolescência (Abrapia), em 2002, envolvendo quase 6 mil estudantes de 5ª a 8ª séries, de 11 escolas localizadas no município do Rio de Janeiro, revelou que 40,5% desses alunos admitiram ter estado diretamente envolvidos em atos de bullying, naquele ano, sendo 16,9% alvos, 10,9% alvos/autores e 12,7% autores.

O bullying tem consequências negativas imediatas e tardias sobre todos os envolvidos, sejam agressores, vítimas ou testemunhas, contaminando penosamente o ambiente escolar.

Todas as crianças, sem exceção, são afetadas negativamente, passando a experimentar sentimentos de ansiedade e medo”, explicou Campos.

“O grande problema é que hoje se admite que os que praticam o bullying têm grande probabilidade de se tornarem adultos com comportamentos antissociais e/ou violentos, podendo vir a adotar, inclusive, atitudes delinquentes ou criminosas.

Em outras palavras: grupos em que o comportamento violento é percebido antes da puberdade tendem a adotar atitudes cada vez mais agressivas, culminando em graves ações na adolescência e na persistência da violência na fase adulta”, alertou o Parlamentar do PTB.

* Agencia Trabalhista de Notícias