Jefferson Campos denuncia aumento das taxas de obesidade na população

PTB Notícias 11/07/2009, 10:10


O Deputado Jefferson Campos (PTB-SP), abordou, nesta semana, em discurso no Plenário, o aumento das taxas de obesidade na população.

“As empresas do setor alimentício que se cuidem – a exemplo do que ocorrem com os fabricantes de cigarro, elas estão sendo observadas como uma grave ameaça para a saúde pública mundial.

Seus métodos de produção, de comunicação e de marketing estão influenciando de modo preocupante o aumento das taxas de obesidade.

Eles utilizam o marketing para persuadir os indivíduos a comerem mais, mas os hábitos alimentares das pessoas e a produção de alimentos, em breve, serão obrigados a mudar.

Do contrário, as empresas do setor alimentício poderão se converter, na próxima década, no que hoje são as empresas tabagistas, que são percebidas com cautela ou pavor”, afirmou o Deputado.

Jefferson Campos ressaltou que a mudança de hábito dos indivíduos requer tempo, disciplina e força de vontade: “Eles têm que se reorganizarem para chegar ao equilíbrio.

Os bons hábitos alimentares é que devem ser adotados e passados de uma geração à outra.

Da mesma forma que se recebe educação cultural e higiene, o ideal seria que os princípios da educação alimentar já comecem a ser praticados na infância, porque não existem dietas milagrosas nem fórmulas mágicas saudáveis para controlar a obesidade”.

O Deputado do PTB salientou a importância de se adotar uma postura saudável para a vida, associando hábitos de alimentação corretos, pratica regular de exercícios físicos e orientação de um profissional habilitado.

“E para não recuperar os quilos perdidos, é preciso dar continuidade ao tratamento adequado, mesmo após atingir o peso desejado.

O aumento do peso pode ser impactado por fatores genéticos, emocionais ou orgânicos.

Por isso é importante que a tendência a engordar seja verificada e tratada ainda durante a infância.

E filhos de pais gordos não têm que ser, obrigatoriamente, gordos”, disse.

Segundo Campos, a Organização Mundial da Saúde estima cerca de 300 milhões de adultos em todo o mundo são obesos, sendo que 185 milhões se encontram nos países em desenvolvimento; e, 22 milhões de crianças abaixo de cinco anos estão com problemas de obesidade.

No Brasil, segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabolismo, atualmente 40% da população brasileira está acima do peso e 6% se encontra desnutrida.

Isso faz com que quase a metade de nossos compatriotas enfrente problemas alimentares.

“O importante é seguir uma alimentação equilibrada, sem muitas restrições, evitando o excesso de alimentos de alto índice glicêmico, principalmente quando associadas às gorduras ruins, praticando exercícios físicos regulares, fazendo check-ups freqüentes e não adquirir nem tomar medicamentos por terceiros.

Espero que Ministério da Saúde, Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, ONG’s e OSCIP’s continuem com ações positivas no combate à obesidade e que os familiares de obesos continuem oferecendo seu apoio em busca do peso ideal para todos”, concluiu o Parlamentar do PTB.

* Agência Trabalhista de Notícias