João Vicente Claudino pede esforço nacional contra avanço do ‘crack’

PTB Notícias 29/04/2010, 11:39


O senador João Vicente Claudino (PTB-PI) fez um apelo nesta quarta-feira (28/4) para que o Senado e os governos federal, estaduais e municipais empreendam um esforço nacional a fim de evitar que a juventude brasileira seja devastada por uma droga de efeito tão destruidor como o crack.

O senador leu um depoimento de um dependente de Teresina, sob o codinome de Bira, dizendo que a porta para entrada no consumo da droga é larga, mas a de saída é estreita.

João Claudino cobrou apoio do poder público aos usuários que desejam se livrar do vício, “alargando a porta de saída”.

– Devemos desenvolver uma ação imediata para que mais famílias não se desfaçam – afirmou.

O senador comentou reportagens dos jornais do Piauí em que as autoridades do estado anunciam a derrota do poder público diante da proliferação do consumo de crack.

– Quando o poder público assume que a droga venceu, a luta ainda nem começou.

Temos que produzir, com urgência, leis e programas sociais que combatam efeitos tão danosos à sociedade.

Família Em aparte, o senador Mão Santa (PSC-PI) lamentou que a instituição família, no atual estágio brasileiro, esteja desmoronada e cobrou ações do governo federal para reerguê-la.

Também em aparte, Acir Gurgacz (PDT-RO) afirmou que a ação do poder público deve se desdobrar em duas frentes: combate ao tráfico e recuperação dos dependentes.

As famílias, segundo o senador, não têm condições financeiras para pagar clínicas de recuperação e, na maioria das vezes, nem sabem como lidar com o problema.

Por isso, segundo Acir Gurgacz, é tão importante a ação do poder público no amparo aos que desejam sair do vício.

Do contrário, alertou, “o avanço da droga pode ser muito maior do que o remédio para conter essa epidemia em que se transformou o seu consumo”.

João Claudino concordou: é necessária uma policial enérgica, com o combate ao tráfico, e uma ação social, com o fortalecimento das famílias, pela perspectiva do emprego aos jovens, pelo estímulo à educação e pelos cuidados com a saúde.

fonte: Agência Senado