Jocelito homenageia cidadãos de Ponta Grossa na Assembléia do Paraná

PTB Notícias 5/08/2007, 11:01


Por proposição do deputado estadual petebista Jocelito Canto, três histórias de vida e de trabalho em prol dos Campos Gerais recebem homenagem da Assembléia Legislativa do Paraná na última sexta-feira (3/8).

Para Jocelito “o fato de a sessão acontecer na cidade dos homenageados, significa uma descentralização.

Esse tipo de solenidade só acontecia na Casa.

Agora a Assembléia cumpre o propósito de ir até o povo”.

A Assembléia paranaense agracia com Título de Cidadão Honorário o ex-prefeito de Telêmaco Borba, Carlos Hugo Wolff Von Graffen, e o Padre Wilton Moraes Lopes.

Além disso, concede a cidadania benemérita a Alfredo Bertoldo Klas e Epaminondas Xavier de Barros.

De acordo com o presidente da Casa, Nelson Justus “A Assembléia cumpre com o seu papel, ao reconhecer publicamente o mérito de pessoas que, em diferentes campos de atividade, dedicaram suas vidas ao bem comum”.

Para entender a dimensão das obras realizadas pelos homenageados, basta fazer uma breve retrospectiva histórica.

Há quinze anos o padre Lopes fundou a Congregação Copiosa Redenção.

Auxiliado pelas freiras da ordem, promoveu importantes trabalhos de sensibilização junto à população.

O trabalho que realiza pelos jovens viciados em drogas busca recuperar o ser humano física e espiritualmente.

Também com forte apelo espiritual, Epaminondas Xavier de Barros, ferroviário por profissão e atual Conselheiro da União Regional Espírita da 2a Região, fundou em 1965 o Instituto Educacional Duque de Caxias.

Baseado na filosofia e doutrina espírita, o instituto presta serviços assistenciais gratuitos à comunidade carente de Ponta Grossa e região.

A instituição ainda oferece diretrizes de funcionamento a outras unidades assistenciais vinculadas.

Membro do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e do Conselho Municipal de Entorpecentes, Barros é co-fundador dos Alcoólicos Anônimos no município, fundador de vários centros espíritas, co-fundador do Lions Clube e da Loja Maçônica Vila Velha e finalmente, co-fundador da Loja Maçônica dos Campos Gerais.

É ainda autor de três livros: “História dentro da História”, “Tareco- A História de uma Vida” e “Ensaio ao Evangelho do Aprendiz Maçom”, obras cujos lucros de vendagem são revertidos às obras que ajudou a fundar.

Outro maçom homenageado, ex-prefeito e ex-vereador, Alfredo Bertoldo Klas é pracinha da Força Expedicionária Brasileira (F.

E.

B.

), força na qual recebeu condecorações por bravura devido a sua atuação na Segunda Guerra Mundial.

Pela relevância de sua participação na história do Paraná e do Brasil será homenageado neste dia três.

Carlos Hugo Wolff Von Graffen é homenageado por lutar na década de 60 pela emancipação político-administrativa Monte Alegre, também conhecida como Cidade Nova, atual Telêmaco Borba.

Na época, a área pertencia ao município de Tibagi.

Graffen criou uma comissão de emancipação da qual foi presidente e conseguiu oficializar o município em julho de 1963.

Após perder a primeira eleição para a prefeitura, concorreu novamente em meados da década de 70 e conseguiu se eleger.

Ao todo exerceu quatro mandatos e, como prefeito, foi responsável pela criação dos quatro Distritos Industriais municipais e pela construção de todos os postos de saúde, quadras esportivas e creches da cidade.

fonte: site da Assembléia Legislativa do Paraná