Joel: ‘Prefeitos aprovam modelo de gestão proposto pelo governo do Piauí’

PTB Notícias 2/10/2015, 7:49


A polêmica sobre a gestão de instituições públicas pela iniciativa privada, como no caso do Hospital Regional Justino Luz, em Picos (PI), dominou o teor dos discursos durante a sessão ordinária de quinta-feira (1/10/2015) na Assembleia Legislativa do Piauí.

O pronunciamento do deputado Joel Rodrigues (PTB) também se reportou ao assunto e foi interrompido por apartes de deputados, a maioria questionando a legalidade do contrato – com uma empresa acusada de irregularidades em ação do Ministério Público do Estado de Goiás -, além da falta de transparência e do caráter experimental desse tipo de gestão.

“O governador Wellington Dias abriu a sua agenda para receber os deputados para explicar esse modelo de gestão, que já foi adotado com êxito nos estados de Pernambuco e Goiás.

Queremos uma gestão que atenda a população com agilidade e qualidade.

Acredito no bom senso de todos os envolvidos nesse processo, na responsabilidade do secretário de Saúde, esse jovem médico a quem admiro pela inteligência e sensibilidade.

Precisamos deixar de lado as questões partidárias para defender os interesses da maioria dos piauienses.

Em Anápolis (GO), por exemplo, com R$ 3 milhões são realizados 600 procedimentos.

No Piauí, com R$ 3,4 milhões são apenas 100 procedimentos”, ressaltou.

Joel Rodrigues garantiu que não há a intenção de burlar a lei, mas de superar a burocracia e encontrar uma alternativa para melhorar a saúde pública.

A gestão de organizações sociais é legal, segundo o parlamentar.

“Precisamos pensar grande, pensando sempre na maioria.

“O deputado ressaltou que o papel da Assembleia é o de fiscalizar e os órgãos auxiliares do Legislativo já estão informados e vão acompanhar esse processo.

“Eu me apego aos bons exemplos, por isso estou preocupado com as pessoas.

Não podemos pensar pequeno, mas no atendimento à população, pensar nas pessoas.

A APPM diz que todos os prefeitos da macrorregião de Picos aprovam esse modelo de gestão… Até porque as pessoas não conseguem mais esperar.

“O deputado Gustavo Medeiros (PSB) encerrou os apartes, afirmando que nem o próprio governo tem convicção de que a gestão das organizações sociais é o melhor caminho para resolver a questão da saúde.

“Essa é nossa grande preocupação.

E o governador propondo uma experiência de três meses.

Entendo que em saúde não cabe tentativa de acerto.

“Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da Assembleia Legislativa do PiauíFoto: Divulgação/Alepi