Jornal de Brasília: Gim leva bancada de senadores para encontro com Múcio

PTB Notícias 5/02/2009, 12:54


Leia abaixo matéria publicada no Jornal de Brasília, coluna Do Alto da Torre, nesta quinta-feira (05/2):Surpresa no PlanaltoLíder da bancada do PTB no Senado, o brasiliense Gim Argello levou ontem todos os companheiros para um almoço com o ministro das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, no Palácio do Planalto.

Estavam com ele os senadores Fernando Collor, João Vicente Claudino, Mozarildo Cavalcanti, Romeu Tuma e Sérgio Zambiasi.

Só faltou Epitácio Cafeteira, doente.

Embora não houvesse uma pauta específica para se discutir com José Múcio, o almoço representava uma confirmação do apoio da bancada do PTB ao governo.

Foi aí que aconteceu uma surpresa.

Inesperadamente, abriu-se a porta do gabinete de José Múcio, que fica no quarto andar do Planalto, e por ela entrou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, acompanhado pelo também ministro Franklin Martins.

Saíra de sua sala, no terceiro andar, só para cumprimentar os senadores, já no final do almoço.

Pesou para o gesto pouco usual do presidente não apenas a aproximação que passou a ter com integrantes da bancada, mas também a importância que o PTB do Senado passou a ter para o Planalto.

É só fazer as contas.

Teoricamente, o governo pode contar com os 20 votos do seu bloco de apoio e mais os 21 da aliança PMDB-PP.

Dá a exata maioria dos senadores.

Entretanto, quatro peemedebistas votam sistematicamente contra o governo e outros dois não são vistos como aliados seguros.

O mesmo acontece com parte do PDT.

Feitas as contas, os sete integrantes da bancada do PTB podem ter o condão de decidir as votações no Senado, onde até há pouco os governistas eram minoria.

A ascensão do senador Gim Argello à liderança conferiu ao Planalto maior segurança de contar com os petebistas.