José Augusto Maia defende que segurança pública tenha orçamento próprio

PTB Notícias 22/05/2012, 16:40


A Subcomissão Especial de Segurança Pública da Câmara vai visitar Paraná, Goiás, Acre e Paraíba para avaliar como estão sendo investidos os recursos do setor e também para ouvir as queixas e reivindicações de governadores e responsáveis pela segurança pública.

Em 2011, a subcomissão realizou audiências públicas em Pernambuco, Maranhão, São Paulo e Piauí.

Ao final dos trabalhos, esse amplo levantamento das condições e das reivindicações do setor em todo o país será entregue à Presidência da República.

Segundo o deputado José Augusto Maia, do PTB de Pernambuco, presidente da subcomissão, a principal reivindicação é a de que a segurança tenha orçamento próprio.

Hoje, a Secretária Nacional de Segurança Pública faz parte do Ministério da Justiça.

Maia afirmou em entrevista à Rádio Câmara que somente a determinação de um percentual obrigatório de investimento em segurança, como já ocorre com Educação e Saúde, poderá resolver essa que ele acredita que seja uma das maiores preocupações da população.

“Segurança é algo caro.

Nós temos de ter orçamento e temos de ter rubrica.

E temos de ter um fundo.

A gente sabe que votar aqui e jogar para os estados, que eles não têm condição de arcar com a despesa, nós estaremos aqui jogando para a plateia”, disse o petebista.

Criada pela Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, a subcomissão também tem realizado audiências públicas para investigar denúncias de desvio de recursos do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Rádio Câmara