José Geraldo amplia cursos preparatórios gratuitos para concursos públicos

PTB Notícias 22/06/2007, 15:36


O deputado estadual José Geraldo (PTB/TO) abriu, esta semana, mais uma unidade do preparatório gratuito para concursos na cidade de Paraíso do Tocantins.

O curso destinado à comunidade carente do município e da região já conta com um núcleo de estudos no centro da cidade, com mais de 70 alunos, e agora tem mais uma unidade no Setor Pouso Alegre.

De acordo com o parlamentar, o novo cursinho já está atendendo cerca de 100 alunos e tem como objetivo principal estimular o cidadão a se preparar para os concursos públicos, bem como os vestibulares.

“Estamos recebendo um grande número de interessados.

Por isso, procuramos proporcionar à população de baixa renda a oportunidade de estudar e se preparar” afirmou.

O petebista também teve aprovado pelo plenário da Assembléia Legislativa cinco requerimentos ligados ao desenvolvimento da educação.

Entre eles, a solicitação para a criação de um programa de políticas que disponibilize um computador para cada dez alunos em todas as escolas tocantinenses até 2014.

Para o deputado, um dos mais importantes requerimentos aprovados foi o envio de expediente para o Ministro da Educação, solicitando estudos para federalizar a FECIPAR, Faculdade de Educação Ciências e Letras de Paraíso.

Ele aproveitou para lembrar que, durante a edição da Assembléia Participativa de Paraíso, solicitou o empenho do Deputado Federal Moisés Avelino (PMDB) para tornar a instituição municipal em federal.

Ainda referente ao município de Paraíso, o petebista requereu uma Unidade Móvel de Informática para oferecer suporte às escolas e as empresas, na capacitação de seus profissionais e de toda comunidade.

Dentre os outros requerimentos, está à troca dos equipamentos de informática da Escola Estadual João Dias Sobrinho, em Divinópolis, além da criação de um programa de implantação de Internet, em toda rede de ensino estadual.

Segundo o parlamentar o programa representará um passo importante no processo de inclusão digital dos alunos, permitindo o acesso “a um inestimável conjunto de conhecimentos”.

Agência Trabalhista de Notícias