José Geraldo pede reconhecimento e valorização do professor tocantinense

PTB Notícias 16/10/2009, 16:44


Neste dia 15 de outubro, em que se é comemorado o Dia do Professor, o deputado estadual petebista José Geraldo usou a tribuna da Assembléia Legislativa de Tocantins em defesa da classe dos profissionais de ensino, e fez um alerta para que o Estado avance nessa área, com mais eficiência e eficácia na educação.

Veja o pronunciamento na integra do deputado petebista, que é o presidente do Diretório Estadual do partido no Tocantins:”Esta que é uma das mais nobres profissões, reconhecida pelo inciso V do artigo 206[1], da Constituição Federal de 1988 – artigo este, que trata especificamente da valorização dos profissionais do ensino, reconhecendo sua importância e a fundamental contribuição que cada “professor” desempenha para o desenvolvimento cívico e intelectual da nação.

O Brasil é um país continental com diferentes realidades regionais.

Mas, independentemente da cidade ou região, do sotaque ou da característica cultural que diferencia os brasileiros, a presença do professor – em destaque, o professor da rede pública – merece nossa total reverência, principalmente pela importância que exerce na formação do cidadão brasileiro.

Quero destacar aos eminentes deputados, que sabemos das dificuldades que os professores enfrentam nos rincões e nas grandes cidades.

Dificuldades como a falta de infraestrutura, segurança e recursos de apoio didático são uma realidade que provocam e desafiam a criatividade e a superação do profissional da educação.

Ao profissional do ensino público são garantidas três prerrogativas: a) Planos de carreira para o magistério público;b) Piso salarial profissional;c) Ingresso exclusivamente por concurso público de provas e títulos.

Entendemos, nobres pares, que embora o inciso V do artigo 206 se refira apenas à carreira, o plano de carreira se faz com a ordenação de cargos.

Visto que, quando o profissional do ensino tem um cargo, sua profissão não é uma simples função ou emprego público, mas um cargo de servidor.

Interessante salientar que muitos professores se lançam à política, movidos certamente pelo desejo de melhor contribuir para com o desenvolvimento social e econômico de sua cidade e sua região.

Quero, nesta data tão importante, reforçar meu apreço e consideração à toda classe de profissionais da educação, que empenham tempo, dedicação e às vezes uma vida para assistir ao próximo, nesta nobre arte, que além de proporcionar cultura e conhecimento, também ajuda a forjar o caráter dos indivíduos.

Mas também, quero fazer uma alerta – pois nem tudo são flores -, e nosso Estado, assim como o País, necessitam de avançar em eficiência e eficácia na educação, para colhermos melhores resultados e darmos um salto de qualidade e progresso.

Precisamos de profissionais mais bem qualificados e comprometidos.

Precisamos mirar objetivos de resultados que provoquem uma verdadeira revolução e acredito que o PDE (Plano de Desenvolvimento da Educação) esteja servindo de guia neste processo.

Mas é preciso mais! É preciso exigir produtividade e desempenho nesta tão estratégica e importante profissão.

Realizar avaliações periódicas que favoreçam a competência e que garanta a permanente busca pelo aprimoramento profissional.

Tenho comigo a certeza, caros colegas legisladores, que só avançaremos em qualidade e alçaremos um patamar de desenvolvimento mais consistente com nossos anseios de país moderno e desenvolvido, quando fizermos da educação “DESTAQUE” e a “PRIORIDADE” que ela merece e.

.

.

de seus profissionais, NOSSOS HONRADOS PROFESSORES, o reconhecimento, o respeito e principalmente, o mérito pela contribuição permanente para progresso de nossa nação.

Parabéns professores e professoras e muito obrigado hoje e sempre.

Pois vocês são os guardiões e sentinelas do desenvolvimento de nossa sociedade.

Obrigado!”