José Geraldo sugere ações imediatas para Ferrovia Norte-Sul

PTB Notícias 3/05/2007, 14:13


O deputado estadual José Geraldo, presidente do PTB do Tocantins, fez um pronunciamento na manhã desta quinta-feira (03/04) sobre a falta de articulação e planejamento do governo com a instalação dos pátios modais, os futuros negócios relacionados ao empreendimento e os investimentos na mão-de-obra dos tocantinenses para assumir os postos de trabalho que a Ferrovia Norte-Sul poderá gerar.

O petebista acredita que a Ferrovia Norte-Sul é sinônimo de esperança, progresso e oportunidades, além de ser a condição de alcançar o tão sonhado emprego.

“É necessário existir uma preocupação maior nas discussões voltadas para a infra-estrutura e o social ligado a Ferrovia, pois não basta comemorar enquanto pouco se tem planejado para o presente”, afirmou.

Como exemplo, o parlamentar petebista apresentou o caso da plataforma de Aguiarnópolis, que salvo algum procedimento sigiloso, pouco se tem conhecimento.

“Até agora não se sabe de contratação de empresa de consultoria especializada em alavancar o potencial desta plataforma.

Sem alternativas e sem perspectivas vemos a ‘plataforma de Aguiarnópolis’ repousar no esquecimento” protestou.

Lembrando o dia do ferroviário, comemorado no último dia 30, Geraldo questionou os investimentos na qualificação da mão-de-obra e defendeu que o cidadão tocantinense seja o principal beneficiado com os empregos aqui gerados.

“Será que veremos passivamente os profissionais ferroviários do Pará, Maranhão, Ceará e Goiás ocuparem os postos de trabalho que poderiam ser ocupados por tocantinenses? Será que é precipitado falar em classe de ferroviários tocantinenses?” questionou José Geraldo.

De acordo com o petebista, é fundamental que o governo se antecipe à estas demandas e possa gerar as devidas competências no transporte ferroviário.

“O que estamos esperando para contemplarmos com visão estratégica, em favor do trabalhador do Tocantins, as capacitações profissionais indispensáveis para qualificarmos nossa gente?”, questiona.

Preocupado, porém otimista, Geraldo ressaltou a importância da união entre os órgãos responsáveis pela viabilização desta malha ferroviária e acredita que através de ações estratégicas o povo tocantinense estará apto para usufruir deste novo ciclo de oportunidades, gerando emprego e empreendedorismo.

O deputado ainda apresentou requerimento que solicita do governo do Estado a contratação de serviços técnicos especializados para realizar estudos de viabilidade econômica e financeira para plataformas de Aguiarnópolis, Araguaína e Palmas, além da criação de um Porto Seco que integre os modais ferroviários, rodoviários e aeroviários da plataforma logística de Palmas.

Agência Trabalhista de Notícias