José Múcio diz que governo trabalha para reduzir envio de MPs

PTB Notícias 19/03/2008, 8:55


O governo federal promete trabalhar para reduzir o envio de medidas provisórias para o Congresso Nacional com o objetivo de viabilizar a aprovação da reforma tributária.

Para o ministro de Relações Institucionais, José Múcio (PTB/PE), o ideal seria que nenhuma fosse necessária.

“Não vai continuar nesse ritmo [o envio de MPs].

Estamos trabalhando para enviar o menos possível”, afirmou.

O acúmulo de MPs é uma das preocupação de líderes partidários para a tramitação da reforma tributária.

Eles temem que essas medidas tranquem a pauta de votações e atrapalhem as discussões.

A PEC (Proposta de Emenda Constitucional) foi enviada neste mês para o Congresso.

O ministro se reúne hoje com Guido Mantega (Fazenda) e com deputados do PT para discutir a reforma.

Ele não quis comentar sobre as leis completares que são necessárias para que a reforma se torne concreta.

“Isso é a conseqüência da aprovação.

Primeiro temos que aprovar a reforma tributária.

” A desoneração da folha de pagamentos, por exemplo, estará em uma lei complementar, e não na PEC.

Para Múcio, o melhor momento para discutir o assunto é agora, já que o país está em crescimento.

“Eu acho que esse é o mehor momento para se fazer uma reforma tributária.

Nossa economia está em crescimento.

É a hora de se fazer isso”, disse ele.

Fonte: Folha News