Josué Bengtson elogia escolha de Tereza Cristina para Ministério da Agricultura

PTB Notícias 13/11/2018, 8:35


Imagem Crédito: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados

O secretário-geral da Frente Parlamentar da Agropecuária, deputado Josué Bengtson (PTB-PA), elogiou a indicação da deputada Tereza Cristina (DEM-MS) para ser ministra da Agricultura do governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

“Quero aqui festejar, e desejar à ministra Tereza Cristina, nossa colega deputada, muito sucesso. Penso que o presidente fez uma escolha muito boa”, disse Bengtson.

O parlamentar detalhou o processo de indicação da futura ministra, contando que Bolsonaro havia solicitado que a frente parlamentar indicasse alguém do ramo. “Não é segredo que o presidente eleito pediu sugestões de três nomes para que pudesse avaliar. Não significava que iria, realmente, escolher um dos três”, lembrou.

Em negociação interna, a frente parlamentar optou por levar apenas um nome à avaliação de Bolsonaro: o de Tereza Cristina, atual presidente da frente, agrônoma e ex-secretária de Agricultura de Mato Grosso do Sul.

“Ela é uma deputada muito atuante na Casa, principalmente, no que diz respeito à agricultura”, avaliou Bengtson, ao destacar que a indicação foi imediatamente aceita e elogiada.

Desafios

Passada a euforia com a indicação de Tereza Cristina, Josué Bengtson diz que muitos serão os desafios da futura ministra. “Quem trabalha com agricultura tem problema para resolver todo dia”, diz o deputado, que aponta como nós que precisam ser desatados no setor agropecuário a regularização fundiária, em especial na Amazônia, os altos juros e a falta de crédito.

Mas, de imediato, um grande problema detectado para 2019, segundo o petebista, é financeiro. “O dinheiro da safra do ano que vem já praticamente acabou. São necessários mais R$ 10 bilhões de suprimento exta. Falta dinheiro para investir na agricultura no Brasil.”

Apesar disso, Josué Bengtson se diz confiante. Ele acredita que a futura ministra tem capacidade suficiente para vencer todos esses desafios.

Com informações da assessoria da Liderança do PTB na Câmara dos Deputados