Josué diz que cota aumentará o acesso de agricultores familiares em Ifets

PTB Notícias 17/04/2012, 13:03


A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara aprovou, na quarta-feira passada (11/04/2012), proposta que reserva 10% das vagas dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (Ifets) para pessoas vinculadas à agricultura familiar.

A medida está prevista no Projeto de Lei 2331/11, do deputado Waldenor Pereira (PT-BA).

O relator da proposta, deputado Josué Bengtson (PTB-PA), ressaltou que a criação das cotas tem o objetivo de aumentar o acesso de pessoas ligadas à agricultura familiar aos Institutos Federais, vem ao encontro de uma necessidade premente do setor.

Segundo Bengtson, “apesar da importância da agricultura familiar, o Censo Agropecuário 2006 constatou a baixa escolaridade das famílias e a baixa qualificação profissional, já que somente 170 mil pessoas das 12,3 milhões que trabalham na agricultura familiar têm alguma forma de qualificação profissional.

“O parlamentar petebista lembrou que os institutos federais têm entre suas finalidades a oferta de educação profissional e tecnológica, em todos os níveis e modalidades, formando e qualificando cidadãos com vista à atuação profissional nos diversos setores da economia, com ênfase no desenvolvimento socioeconômico local, regional e nacional.

TramitaçãoA proposta, que tramita de forma conclusiva, ainda será analisada pelas comissões Educação e Cultura; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Agência Câmara de NotíciasFoto: Leonardo Prado/Agência Câmara de Notícias