Jovair Arantes apresenta suas propostas para presidência da Câmara dos Deputados

PTB Notícias 1/02/2017, 11:09


Imagem Crédito: João Ricardo/Liderança do PTB na Câmara

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1485954426380{margin-bottom: 0px !important;}”]Em campanha para presidente da Câmara dos Deputados, o líder do PTB, Jovair Arantes (GO), participou, nesta terça-feira (31), de reuniões com as bancadas do PMDB, PSB e SD. O petebista expôs suas propostas, entre elas, a definição prévia da pauta de votações no plenário da Casa e do horário de funcionamento.

“Hoje, não existe uma pauta de votação mínima para o mês, não tem uma pauta do Estado, da região, para que o deputado possa se conectar com seu eleitor. Não temos horário para começar uma votação e muito menos para terminar. Aqui, começamos a votar às 18h, às 19h, como se fosse normal. Ficamos até as 2h, 3h, também como se fosse normal. Tem muita gente que trabalha à noite, como os médicos, mas nós não precisamos disso. Podemos até votar tarde, mas só eventualmente”, declarou Jovair.

Segundo o líder do PTB, o plenário funcionará, no máximo, até as 21h. “A exceção não vai se tornar regra. Se às 21h faltarem dois destaques para serem analisados, eles ficarão para o dia seguinte. O Brasil não vai piorar, nem melhorar por causa de um dia de votação. A não ser que seja uma emergência”, explicou.

Ainda de acordo com Jovair Arantes, as matérias a serem votadas às quintas-feiras no plenário serão as de autoria dos parlamentares.

Conexão com a sociedade

Ao lembrar que é deputado federal há 22 anos, com seis mandatos consecutivos, Jovair Arantes destacou que a Câmara dos Deputados enfrenta seu pior momento diante da avaliação da opinião pública. “As pesquisas indicam isso: não temos conexão com a sociedade brasileira. O povo olha para a Câmara, para o deputado, e vê a gente com tristeza. Precisamos mudar isso, é necessário ter coragem”, afirmou.

TV Câmara

O líder petebista também pretende inserir na programação da TV Câmara debates diários sobre assuntos de cada um dos 26 estados e do Distrito Federal. “Vamos estabelecer um dia do mês para cada Estado brasileiro. São 27, no total. Descontando sábados e domingos, é possível encaixar todos perfeitamente. Naquele dia, o deputado vai saber que os assuntos do seu estado estarão em discussão. Isso vai ser anunciado com antecedência”, explicou.

Agressões

Jovair Arantes também ressaltou que a Câmara irá atuar para defender os deputados contra agressões feitas em locais públicos ou pelas redes sociais. “Se houver uma agressão contra um deputado em aeroportos, nas redes sociais, em outros lugares, isso não vai ficar sem resposta. Não é o Jovair quem vai defender o parlamentar, é a instituição. Na Câmara, temos a Procuradoria Parlamentar, a Ouvidoria. Se for necessário, acionaremos a Polícia Federal e outros órgãos cabíveis”, disse.

Pacto federativo

O parlamentar declarou que a relação de estados e municípios com o governo federal precisa mudar e, por isso, pretende revisar o pacto federativo. “Não dá mais para ver as diferenças regionais cada vez se avolumando. Nos Estados Unidos, fizeram isso (a revisão do pacto) com muita tranquilidade, por que não podemos fazer?”, questionou.

Regimento Interno

Jovair Arantes ainda afirmou que, se eleito, um de seus primeiros atos como presidente da Câmara será criar uma comissão de deputados para alterar o Regimento Interno da Casa.

Com informações da assessoria da Liderança do PTB na Câmara dos Deputados[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]