Jovair garante imparcialidade e legalidade na elaboração de relatório

PTB Notícias 24/03/2016, 16:05


O líder do PTB na Câmara dos Deputados, Jovair Arantes (GO), garante que analisará de forma imparcial a denúncia contra a presidente Dilma Rousseff por crime de responsabilidade.

Ele é o relator da comissão especial encarregada de examinar o pedido de impeachment da presidente.

“A comissão especial é uma espécie de tribunal, portanto adotaremos um rito semelhante ao de um tribunal.

Existe quem acusa e quem defende a presidente.

Nós vamos dar o direito ao contraditório e toda a perspectiva para que a defesa e a acusação possam exercer seus papéis em igualdade de condições.

O objetivo é termos segurança jurídica e, acima de tudo, legalidade no relatório final”, afirmou Jovair.

O relator informou que vai analisar apenas a denúncia original do pedido de impeachment relativa às chamadas pedaladas fiscais, que seriam infrações à lei orçamentária.

Já a delação do senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS) referente às denúncias sobre corrupção na Petrobras, investigadas no âmbito da Operação Lava Jato, não será incluída no relatório.

Jovair Arantes avaliou como grave o momento que o Brasil atravessa e afirmou que o setor político precisa tomar uma decisão.

“E a decisão será tomada com tranquilidade nestes próximos 45 dias.

Não dá para adiantar nenhum posicionamento, porque só após a leitura total de todo o documento de seis mil páginas que contém o pedido de impeachment que começaremos a nos debruçar sobre qualquer possibilidade”, afirmou.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da assessoria da Liderança do PTB na Câmara dos DeputadosFoto: João Ricardo/PTB na Câmara